Embargo russo causa perdas de US$ 73 mi

Publicado em 08/06/2011 07:56 178 exibições
Pecuaristas e donos de frigoríficos dos três estados afetados pelo embargo da Rússia à importação de carne brasileira (Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul) estimam um prejuízo de US$ 73 milhões por mês, com a adoção da medida que está prevista para entrar em vigor no dia 15 de junho.

Para os produtores, o bloqueio é "injustificável" e sugere protecionismo. Os empresários do setor afirmam que o comunicado oficial sobre o embargo não foi acompanhado de justificativas técnicas. Os produtores brasileiros estão estudando medidas para amenizar o impacto do embargo russo à carne brasileira.

No início da semana estiveram em Brasília para cobrar uma posição do Governo Federal, que confirmou o envio de uma missão à Rússia dentro de 15 dias.

Em nota oficial, o Rosselhoznadzor, órgão responsável pela defesa dos direitos do consumidor da Rússia, afirmou que as restrições à compra da carne produzida no Brasil são temporárias. O comunicado diz que as fábricas brasileiras não se adequaram às exigências dos padrões russos para conservação da carne destinada a consumo humano.

De acordo com o documento, "os resultados das inspeções em 29 empresas brasileiras, realizadas pelos especialistas do Rosselhoznadzor, em abril, levaram ao embargo. O motivo oficial é o baixo controle das exigências veterinárias e sanitárias e das normas da União Aduaneira e da Federação Russa realizadas pelo Serviço Veterinário do Brasil. A auditoria revelou que nenhuma empresa inspecionada vinha cumprindo essas normas e exigências. Em consequência disso, o serviço de defesa do consumidor da Rússia tomou a decisão de impor restrições temporárias à importação de produtos animais".

Tags:
Fonte:
DCI

0 comentário