Senador fala sobre medidas contra seca no Nordeste

Publicado em 16/04/2012 19:18 540 exibições
O senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) cobrou, nesta segunda-feira (16), ações imediatas do Senado, do governo federal e dos governadores do Nordeste contra os efeitos da seca na região. As medidas, segundo ele, devem ser tomadas antes que o quadro provocado pela estiagem chegue “ao caos e a irreversibilidade”. O parlamentar ressaltou que a seca tem prejudicado a subsistência das comunidades rurais de seu estado.

– O sertão da Paraíba deveria hoje estar lucrando, já colhendo; mas simplesmente toda a lavoura, na região do sertão, foi dizimada. Não há nenhuma atividade produtiva. É preciso encontrar uma maneira sustentável e viável de diminuir ao máximo o problema da seca, para criar a possibilidade de potencializar aptidões regionais e de desenvolver uma nova perspectiva de vida para os homens e mulheres que vivem no campo e nas cidades – disse Vital.

Segundo números apresentados pelo senador, em abril de 2012, das 269 estações hídricas monitoradas na Paraíba, somente 44 estão registrando índice de chuvas. Nos primeiros três meses do ano não houve chuvas regulares para garantir acúmulo de água nos reservatórios. Vital teme que a falta de chuvas paralise a atividade econômica no interior paraibano.

– Como os pecuaristas e os agricultores vão angariar fundos para suprir suas necessidades e quitar suas dívidas? O comércio vai sofrer e muito. Só vão restar como consumidores os funcionários públicos, que ganham muito pouco ou quase nada, e os que são segurados do INSS, que, na sua maioria, já comprometeram o seu dinheiro com empréstimos consignados – destacou.

Mesmo assim, Vital do Rêgo manifestou confiança no ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, destacando a necessidade de “ações urgentes” do governo federal para garantir o aporte de água à Paraíba.

Tags:
Fonte:
Agência Senado

0 comentário