Publicidade

Altas temperaturas e falta de chuvas preocupam área agrícola argentina

Publicado em 20/12/2013 15:17 677 exibições

As altas temperaturas, somadas à falta de chuvas, registradas no sul de Santa Fé, sudeste de Córdoba e norte de Buenos Aires provocam "temor" diante das necessidades de umidade que requere a definição dos rendimentos nos cultivos de milho e soja.

Até 26 de dezembro, as chuvas estarão abaixo do normal na região, segundo informe publicado hoje pela Bolsa de Comércio de Rosário. Com isso, os especialistas observam uma diminuição nas reservas de umidade em relação à semana passada. As probabilidades de que o mês se encerre sem alcançar os 120 milímetros históricos são muito altas.

A área que sofre com a seca é considerada a principail zona de produção agropecuária do país. Nessas regiões, as temperaturas estão entre 35ºC e 40ºC, padrões normais para o mês de dezembro, mas os cultivos de milho se encontram no período crítico no qual se define o número de grãos. O cultivo de soja se encontra em etapa vegetativa, começando a floração em lotes plantados com mais atecedência. Além de tudo, a presença de pragas também assusta os produtores.

Publicidade

Os últimos lotes plantados, como a soja de segunda, são os que mais sofrem com as condições climáticas. No norte de Buenos Aires, ainda há um remanescente de 20% a ser plantado.

(Com informações da Bolsa de Cereais de Buenos Aires)

Tags:
Por:
Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário