Seca: Kátia Abreu e Izabella Teixeira convocam secretários estaduais de meio ambiente e de agricultura para reunião

Publicado em 29/01/2015 15:13 646 exibições

As ministras Izabella Teixeira (Meio Ambiente) e Kátia Abreu (Agricultura) marcaram para o próximo dia 5 de fevereiro, em Brasília (DF), uma reunião com os secretários estaduais de meio ambiente e de agricultura para discutir e buscar possíveis soluções para os problemas causados em decorrência do baixo volume de chuvas, principalmente no Sudeste e Nordeste do Brasil.

Vale lembrar que na semana passada, o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, realizou reunião parecida com seis ministros para debater o debater risco de desabastecimento no Brasil.

De acordo com informações do Valor Econômico, as ministras pretendem ouvir os secretários e a partir daí tentar encontrar soluções para o problema. “Vamos ouvir os secretários, verificar medidas que podem ser adotadas e traçar metas de trabalho”, afirmou a ministra Kátia Abreu. “Além de água e clima, nossa pauta incluirá o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e os processos de licenciamento ambiental", completou. “É importante trocar informações com os secretários estaduais, perguntar o que nós podemos fazer para ajudar na busca de soluções”, explicou a ministra Izabella Teixeira ao jornal.

Ainda de acordo com o Valor, a ministra da agricultura recém empossada, pediu aos auxiliares rigoroso acompanhamento em todo o Brasil com relação às questões de água e clima. Embora, segundo o jornal, as previsões de safra das principais culturas brasileiras continuem nos índices de antes, e sem previsão de quebra. Segundo Kátia, essas são algumas das prioridades do produtor, do ministério e do país.

Além disso, o programa ‘Produtor de Água’, que tem como objetivo a redução da erosão e assoreamento dos mananciais nas áreas rurais e é uma iniciativa da  Agência Nacional de Águas (ANA) em parceria com a Agência da Agricultura e Alimentação da Organização das Nações Unidas (FAO), deve ter seus procedimentos para ampliação agilizados pela ministra. “Vamos criar incentivos ao produtor de água”, assinalou a ministra. “Está mais do que provado que a água não é um recurso infinito”.

Tags:
Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário