EUA: Previsões trazem mais chuvas fortes para o Corn Belt nesta semana

Publicado em 02/05/2017 11:56 e atualizado em 03/05/2017 11:08
9380 exibições

Chuvas nos próximos 5 dias - EUA

Previsão de chuvas para os próximos 5 dias

O Meio-Oeste dos Estados Unidos deverá receber uma nova rodada de fortes chuvas nesses próximos dias, o que ainda pode limitar um pouco mais o ritmo dos trabalhos de campo. As condições esperadas são bastante semelhantes às do último final de semana, quando foram registradas inundações, precipitações de elevados acumulados e até mesmo a chegada de neve sobre importantes estados produtores de trigo. Para os próximos cinco dias, as previsões do NOAA, o serviço oficial de clima dos EUA, indicam acumulados que poderiam chegar a até próximo de 80 mm em alguns estados produtores. 

EUA Gif Bloomberg

De acordo com as últimas previsões do U.S. Weather Prediction Center, a maior parte das chuvas deverão estar concentradas do leste de Oklahoma e Kansas, se estendendo até o sul do Missouri e de Illinois. As chuvas já deverão começar a se mover a partir desta terça-feira (2), com a situação se agravando a partir da quarta (3). 

EUA - Accuweather

As previsões do site norte-americano Accuweather indicam ainda a possibilidade de novos episódios de cheias no Arkansas, sul do Missouri, norte de Oklahoma, sudeste do Kansas, sul de Illinois e centro e sul de Indiana. E essas novas chvas deverão registrar acumulados de 25,4 a 50,8 mm, com alguns locais podendo chegar até mesmo a algo próximo de 101,6 mm. 

"No entanto, boa parte desse volume pode chegar em menos de 12 horas", alertam os meteorologistas do Accuweather. As previsões levantadas pela Labhoro Corretora indicam ainda que em alguns pontos do Missouri e do Arkansas, volumes de até 65 mm poderiam chegar até amanhã, e isso também pode ser um problema.

Em previsões mais alongadas, as chuvas ainda aparecem no período dos próximos 10 dias e ainda de forma bastante intensa. Para os próximos 7 a 10 dias, são esperados acumulados de 75 a até 125 mm. "E caso seja assim, tudo normal. Nesse intervalo de tempo, esse acmulado não é muito", explica o diretor da Labhoro, Ginaldo Sousa. 

Em relatório, a AgResource Brasil explica que "as previsões para os próximos 5 dias continuam adicionando novas rodadas de chuvas significativas para as mesmas regiões – Cinturão Agrícola, em específico ao Missouri e sul de Illinois, Indiana e Ohio. Um cenário climático mais favorável é esperado ao fim desta semana (a partir do dia 5 de maio), com chuvas mais amenas e temperaturas mais quentes".

Mapa de chuva AgResource - 01/05/2017

As previsões do Commodity Weather Group também indicam a continuidade das chuvas no Meio-Oeste americano e acreditam que o cenário pode deixara janela de plantio do milho ainda limitada no intervalo dos próximos 11 a 15 dias. As temperaturas mais frias, afinal, comprometem uma melhora na condição do solo americano para o desenvolvimento dos trabalhos de campo. 

Previsões EUA CWG

Já os mapas do NOAA, o serviço oficial de clima do governo norte-americano indicam condições ligeiramente melhores nos intervalos dos próximos 6 a 10 e 8 a 14 dias, como ilustram os mapas na sequência. 

Em ambos os intervalos, as temperaturas ainda ficam bem abaixo da média para o período, enquanto as chuvas começam a se normalizar e, em alguns estados, até mesmo abaixo do normal. 

Previsões para os próximos 6 a 10 dias - Chuvas e Temperaturas

Chuvas 6 a 10 dias

Temperaturas 6 a 10 dias

Previsões para os próximos 8 a 14 dias - Chuvas e Temperaturas

Chuvas nos EUA - 8 a 14 dias

Temperaturas nos EUA - 8 a 14 dias

 

Plantio nos EUA

De acordo com os últimos números do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), os EUA já plantaram 34% da sua área esperada para o milho e o índice ainda apresenta algum atraso em relação ao ano passado - quando 43% da área já havia sido semeada - mas na linha com a média dos últimos cinco anos. Além disso, o índice ficou ainda dentro das expectativas do mercado. O estado mais avançado é o da Carolina do Norte, com 79% 

No caso da soja, a situação é contrária e a semeadura já está concluída em 10% da área, acima do mesmo número de 2016 e da média plurianual de 7% dos últimos anos. E este é o mês mais importante para o plantio da oleaginosa no país, o que deve, portanto, exigir bastante atenção do mercado neste momento. Missisipi já tem 69% do plantio concluído e é o estado mais adiantado nesta temporada. 

As notícias diante do atual cenário é de que algumas áreas poderiam, caso essas condições persistam, de um replantio devido ao excesso de umidade. "E se isso for mesmo necessário, os EUA têm bastante tempo para fazer isso", diz Sousa.

Ainda segundo o diretor da Labhoro, o momento exige atenção, porém, ainda não gera uma preocupação excessiva. "Alguns pontos do Corn Belt receberam até 200 mm de chuvas, isso é um fato, mas foram pontos isolados", explica. E para o milho e a soja - ao contrário do trigo, que sofreu muito no último final de semana, as condições climáticas e seus reflexos não foram tão severas. "No meu entendimento, o mercado já precificou esses eventos", complementa. 

Para Sousa, ainda é cedo falar em perdas no cereal ou na oleaginosa neste momento, e o momento é, portanto, de avaliação, principalmente do que vem nas próximas semanas e meses. "Isso pelo menos até que se uma noção melhor dos danos causados pela chuva; possibilidade de replantio – e pela neve (no caso do trigo). Entretanto, acreditamos que os eventos climáticos deste último final de semana já foram precificados", acredita o analista de mercado.  

A seguir, imagens do plantio em Sullivan, no estado de Illinois, enviadas pelo brasileiro Renato Kalkmann, que trabalha na propriedade norte-americana. 

Plantio em Sullivan, Illinois - EUA 2017/18

Plantio em Sullivan, Illinois - EUA 2017/18

Plantio em Sullivan, Illinois - EUA 2017/18

Plantio em Sullivan, Illinois - EUA 2017/18

Plantio em Sullivan, Illinois - EUA 2017/18

Clima, por AgResource: Devido ao clima, produtores norte-americanos não devem plantar mais do que 7% da área total de milho

AgResource-logo

Após um fim de semana marcado por chuvas fortes, o padrão climático continua bastante úmido no Cinturão Agrícola dos Estados Unidos. Os novos mapas climáticos atualizados hoje pela AgResource Brasil (ARC Brasil) mostram um adicional de 12mm-75mm de chuvas nos próximos 7 dias para as regiões-localizadas já inundadas do Cinturão agrícola americano.

O padrão de temperatura permanece frio para os próximos 10 dias com apenas alguns dias de calor em torno do dia 10 de maio. Este padrão mais “fresco” deve reduzir as taxas de evaporação e retardará a germinação das lavouras. Até agora, o produtor americano já semeou 34% da área de milho e 10% da área de soja.

Baseado no clima para a próxima semana, a AgResource Brasil acredita que os produtores não devem plantar mais do que 7% da área total de milho e uma grande quantidade de hectares devem ser replantados no Missouri, Arizona, Illinois, Indiana e Michigan. Um cenário climático mais favorável é esperado no início da próxima semana (a partir do dia 5 de maio), com chuvas mais amenas e temperaturas mais quentes.

Clima eua agresource 02/05/17

Banner ARC Brasil

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário