Clima: Instabilidades voltam ao Sudeste do Brasil com boas chuvas para cinturão produtivo de SP e MG

Publicado em 17/11/2017 10:35 e atualizado em 17/11/2017 14:06
2678 exibições

LOGO nalogo

Instabilidades voltaram a tomar a região Sudeste do Brasil nas últimas horas, com destaque para os estados de Minas Gerais e São Paulo. A previsão do tempo aponta que até quarta-feira (22) os acumulados podem chegar a até 70 milímetros em áreas produtoras de café do Sul de Minas Gerais e até 50 mm na Zona da Mata, Cerrado e Sul do Espírito Santo. Já em São Paulo, o risco é de tempestades nos próximos dias, com ventos fortes e até 50 mm/dia.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (18/11 a 20/11) para todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (18/11 a 20/11) para todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

As lavouras de café do Brasil da safra comercial 2018/19 estão em desenvolvimento para colheita no ano que vem e nos últimos meses sofreram bastante com baixos volumes de chuva e altas temperaturas, que abortaram floradas em praticamente todo o cinturão produtivo do país.

Já no estado de São Paulo, maior estado produtor de cana-de-açúcar e que também iniciará colheita no início do ano que vem, a previsão é de perigo potencial com tempestades até amanhã (18). "Chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h), e queda de granizo. Baixo risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de galhos de árvores e de alagamentos", aponta o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Veja o mapa das áreas com previsão de temporais nesta 6ª feira e sábado:

Mapa das áreas com previsão de temporais nesta 6ª feira e sábado / SP - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Campinas, Bauru/Araraquara/Piracicaba, Itapetininga, Ribeirão Preto, Araçatuba/São José Do Rio Preto, Sorocaba/Bragança Paulista, Vale Do Paraíba/Litoral Norte, Metropolitana De São Paulo, Litoral Sul/Baixada Santista/Vale Do Ribeira, Presidente Prudente/Marília/Assis, Serra Da Mantiqueira

Tempestades em outras regiões

Em outras regiões do Brasil também são esperadas tempestades nesta sexta-feira, segundo o Inmet. (Veja os mapas abaixo)

Veja o mapa das áreas com previsão de temporais nesta 6ª feira e sábado:

Mapa das áreas com previsão de temporais nesta 6ª feira e sábado / SP e MS - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Leste Sul-Mato-Grossense, Bauru/Araraquara/Piracicaba, Araçatuba/São José Do Rio Preto, Presidente Prudente/Marília/Assis, Sul E Sudoeste Sul-Mato-Grossense, Pantanal Sul-Mato-Grossense, Centro Norte Sul-Mato-Grossense

Veja o mapa das áreas com previsão de temporais nesta 6ª feira e sábado:

Mapa das áreas com previsão de temporais nesta 6ª feira e sábado / MS - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Leste Sul-Mato-Grossense, Sul E Sudoeste Sul-Mato-Grossense, Pantanal Sul-Mato-Grossense

Veja o mapa das áreas com previsão de temporais nesta 6ª feira:

Mapa das áreas com previsão de temporais nesta 6ª feira e sábado / Sul - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Planalto Norte Catarinense, Metropolitana De Curitiba, Oeste Catarinense, Vale Do Itajaí, Grande Florianópolis, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Encosta Inferior Do Nordeste, Encosta Superior Do Nordeste, Campos De Cima Da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Central Paranaense, Litoral Paranaense, Norte Paranaense, Oeste Paranaense, Sudoeste Paranaense, Sul Paranaense, Litoral Gaúcho, Meio-Oeste Catarinense, Litoral Norte Catarinense

Fortes chuvas já haviam atingido áreas da região metropolitana de Curitiba (PR) e do litoral do estado na quinta-feira (16), com relatos de granizo, segundo informações do site G1 regional. (Veja imagens abaixo) Ainda não há relatos de prejuízos em áreas produtoras paranaenses.

Leia mais:
» 
Granizo causa estragos na Região de Curitiba e no litoral do Paraná

Granizo em Antonina (PR) - Foto: Paulinho Rodrigues Granizo em Antonina (PR) - Foto: Paulinho Rodrigues Granizo em Matinhos (PR) - Foto: Jaíne Camila

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário