Tempo: Chuvas volumosas voltam ao Sul do Brasil a partir de 2ª feira; BR central segue com instabilidades

Publicado em 08/02/2019 11:44 e atualizado em 08/02/2019 17:40
6015 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta sexta-feira (08) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta sexta-feira (08) - Fonte: Inmet

A região Sul do Brasil passou por uma condição mais seca nos últimos dias, o que favoreceu o avanço dos trabalhos de plantio do milho safrinha. O desenvolvimento da safra ainda deve ser favorecido nos próximos dias com o retorno das chuvas, previsto para o início da próxima semana.

"A rodada de chuvas é tida como altamente benéfica para a manutenção dos níveis de umidade nas regiões de início da safrinha e as demais regiões que ainda cultivam a primeira safra do ano. Em Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e todo o MATOPIBA as precipitações também são mantidas para os próximos 5 dias", reportou a ARC Mercosul (AgResource).

De acordo com o modelo Cosmo do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), as chuvas mais volumosas retornam para a região Sul do país, pelo Rio Grande do Sul, ainda francas. No dia 12, as instabilidades mais fortes avançam por quase toda a região e chegam em Santa Catarina e Paraná.

"Uma nova frente fria avança e pode provocar algumas pancadas de chuva com raios a partir da tarde [desta sexta-feira] na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, no extremo sul gaúcho e no litoral. Essas pancadas podem ser fortes", destacou a Climatempo.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (09/02 a 15/02) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (09/02 a 15/02) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Já o final de semana deve começar com bastante sol e tempo aberto na região Sul do país. No domingo (10), a chance de pancadas de chuva aumenta no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná, mas ainda de forma bastante isolada. No início da próxima semana há chuvas mais volumosas.

"A situação do tempo muda na segunda-feira (11), com a expectativa da chegada de outra frente fria, que deve trazer chuva forte e volumosa para o Rio Grande do Sul", informou a Climatempo.  Essa mesma frente fria, segundo os modelos numéricos avança ao longo da semana para o Sudeste.

A Emater-RS destacou em informativo nesta quinta-feira (07) que as altas temperaturas da última semana, em meio ao tempo seco, aceleraram a maturação fisiológica e colheita do milho, que já foi realizada em 28% da área implantada em todo o Rio Grande do Sul.

"A colheita avança rapidamente nesse período, em paralelo ao segundo plantio da safra 2018-2019. No norte do Estado, a cultura alcança até 80% de milho colhido; na Campanha, 80% da cultura encontra-se em estado vegetativo", destacou a Emater.

Veja o mapa de precipitação acumulada do GFS para os próximos 5 dias:

Mapa de precipitação acumulada do GFS para os próximos 5 dias -Fonte: ARC Mercosul (AgResource)
Fonte: ARC Mercosul (AgResource)

Ainda segundo a instituição, a produtividade das lavouras continua boa, com exceção daquelas cultivadas em áreas que estavam prontas para a colheita e foram afetadas pela enchente na Fronteira Oeste, região em que haverá perda da qualidade no milho.

Leia mais:
» Altas temperaturas aceleram maturação e colheita do milho no Estado

Nesta semana, as chuvas estiveram mais concentradas sobre o Centro-Norte do país e esse cenário deve continuar, mas agora com maiores volumes sobre o Sul. A previsão para os próximos sete dias aponta boas chuvas para os estados produtoras como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.

"Essa chuva deve ter uma continuidade até mais à frente, pelo menos até o dia 21 de fevereiro. Mas se observa que desde o final da semana passada as características na região central não têm mudado, então acreditamos numa previsão bem otimista para fevereiro", disse Mamedes Luiz Melo, meteorologista do Inmet.

Veja o mapa de previsão de precipitação acumulada do modelo Cosmo para os próximos 7 dias em todo o Brasil:

Mapa de previsão de precipitação acumulada do modelo Cosmo para os próximos 7 dias em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Nas últimas 24 horas, segundo levantamento do Inmet, as precipitações mais volumosas pelo país estiveram mais concentradas sobre o Centro-Norte. Os cinco maiores volumes foram registrados em Tracuateua (PA): 92,6 mm, Monte Alegre (PA): 90,6 mm, Marambaia (RJ): 89,8 mm, Coronel Pacheco (MG): 88,0 mm e Rio de Janeiro (RJ): 84,6 mm.

Veja o mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Ainda nesta sexta-feira, segundo alertas do Inmet, o dia deve ser de chuvas intensas em áreas da Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte, além de acumulados de chuva em localidades do Maranhão e Pará.

Previsão estendida de chuvas para todo o Brasil

Mapas estendidos, do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), apontam que no período de 08 de fevereiro até 16 de fevereiro, as chuvas volumosas ficarão concentradas sobre a região Centro-Norte do país, com destaque para áreas do Norte, Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

De 16 de fevereiro até 24 de fevereiro, as precipitações seguirão mais concentradas sobre a região Norte do país, mas áreas da faixa central do país e do Sudeste também devem receber bons volumes de chuva no período. No Sul, a condição fica mais firme, com exceção de áreas mais litorâneas.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 08 de fevereiro até 24 de fevereiro:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 08 de fevereiro até 24 de fevereiro - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Chuva de granizo em Luziânia (PR)
Chuva de granizo em Luziânia (PR)

Chuva de granizo em Luziânia (PR)
Chuva de granizo em Luziânia (PR)

Chuva de granizo em Luziânia (PR)
Chuva de granizo em Luziânia (PR)

Chuva de granizo em Luziânia (PR)
Chuva de granizo em Luziânia (PR)

Lavoura de soja com perdas devido ao clima quente na região de Orizona (GO)
Lavoura de soja com perdas devido ao clima quente na região de Orizona (GO)

Milho dos produtores Marcos Colet e Tiago Colombo em Sarandi (RS)
Milho dos produtores Marcos Colet e Tiago Colombo em Sarandi (RS)

Colheita de milho dos produtores Marcos Colet e Tiago Colombo em Sarandi (RS)
Colheita de milho dos produtores Marcos Colet e Tiago Colombo em Sarandi (RS)

Lavoura de soja do Alceu Marcelo Katafesta em Centenário (RS). Envio do consultor técnico André Paulo Banaszeski
Lavoura de soja do Alceu Marcelo Katafesta em Centenário (RS). Envio do consultor técnico André Paulo Banaszeski

Colheita milho do produtor Luciano Colombo em Sarandi (RS). Envio de Tiago Colombo
Colheita milho do produtor Luciano Colombo em Sarandi (RS). Envio de Tiago Colombo

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações a página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por Jhonatas Simião
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário