Chuvas continuam sobre o Meio-Oeste e Planícies dos EUA; novas fotos

Publicado em 19/03/2019 10:15 e atualizado em 19/03/2019 21:21
4852 exibições

LOGO nalogo

No Meio-Oeste, nas Planícies e no Delta dos Estados Unidos, os produtores americanos continuam contabilizando seus prejuízos com as enchentes que têm sido registradas desde o último final de semana. 

O alto nível da água já compromete a logística - pontos do rio Mississipi foram fechados esta semana, bem como há campos alagados da Dakota do Sul ao Kansas, segundo o portal internacional Farm Futures. 

O frio intenso continua, as baixas temperaturas - em alguns locais até abaixo de zero em um momento atípico - também permanecem e as previsões indicam mais chuvas para os próximos dias. O Serviço Nacional de Meteorologia afirma ainda que os níveis da água continuarão subindo nesta semana. 

Leia também:

>> Enchentes nos EUA destroem silos e travam logística no Corn Belt

"Estamos prevendo inundações de amplo alcance e que podem continuar, pelo menos, até o começo da próxima semana nas Planícies e no Meio-Oeste", diz o meteorologista Marc Chenard, do Weather Prediction Center à Reuters Internacional. 

O governador de Nebraska, Pete Ricketts, já declarou estado de emergência. O estado registra seu maio mais chuvoso em mais de 100 anos e 2019 já é um dos anos mais chuvosos dos últimos 40. O gráfico de Karen Braun, uma especialista da Reuters Internacional, ilustra essa situação, com dados do Midwesr Regional Climate Center. 

Gráfico chuvas Nebraska

Novas imagens mostram que há ainda locais com grandes pedaços de gelo dificultando os trabalhos de produtores tentando recuperar suas propriedades, estradas debaixo d'água e propriedades inundadas. 

Enchentes nos EUA - Março 2019

Foto: The New York Times

Enchentes nos EUA - Março 2019

Spencer Dam, Nebraska - Foto: Reuters

Enchentes nos EUA - Março 2019

Omaha - Foto: Associated Press

Enchentes nos EUA - Março 2019

Nebraska - Foto: Associated Press

Enchentes nos EUA - Março 2019

Highway 281 - Foto: Reuters

 

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário