Tempo: Tempestade Iba enfraquece e se distancia do Brasil; instabilidades avançam sobre áreas do Nordeste

Publicado em 27/03/2019 10:58 e atualizado em 27/03/2019 13:58
1034 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (27) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (27) - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

A tempestade tropical Iba, que estava em alto mar e na altura dos estados da Bahia e Espírito Santo, está se afastando do Brasil nesta quarta-feira (27) após causar chuvas e ventos fortes, mas com os maiores reflexos sobre oceano. No entanto, áreas do Nordeste ainda podem ter chuvas nos próximos dias com novos sistemas.

"A proximidade de uma frente fria, a intensificação dos ventos, a atuação do vórtice ciclônico de alto níveis (VCAN) e a influência da ZCIT - Zona de Convergência Intertropical vão ajudar a intensificar as áreas de instabilidades no litoral do Nordeste nas próximas 48 horas", destacou a Climatempo.

Apesar das maiores instabilidades estarem presentes sobre áreas litorâneas entre o litoral da Bahia e o Rio Grande do Norte, onde pode chover a qualquer hora o dia, ainda segundo a empresa meteorológica, o calor e a alta umidade ao longo do dia podem provocar pancadas de chuva nos outros pontos da região.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (28/03 a 30/03) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (28/03 a 30/03) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

"O calor e a umidade alta vão favorecer as pancadas de chuva a partir da tarde e a noite. Na maioria das áreas do Nordeste, há potencial para temporais.", destacou a Climatempo. A empresa lembra que a capital São Luís (MA) já recebeu chuvas volumosas e nesta quarta-feira mais pancadas são previstas.

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), inclusive, emitiu alerta de perigo potencial nesta quarta em áreas de Alagoas, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. "Chuva entre 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia. Baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos, em cidades com tais áreas de risco".

Veja o mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 4ª feira:

Mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 4ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Cariri E Seridó Paraibano, Central Potiguar, Oeste Potiguar, Leste Potiguar, Agreste Potiguar, Sertao Paraibano, Agreste E Brejo Paraibano, Metropolitana De Recife, Agreste Pernambucano, Mata Pernambucana, Sertao Alagoano, Leste Alagoano, Agreste Alagoano, Leste Sergipano, Agreste Sergipano, Sertao Sergipano, Litoral E Mata Paraibano, Sertão De Pajeú E Do Araripe Pernambucano

Ao longo da semana, o tempo deve seguir bastante instável sobre áreas da região Nordeste do país, mas as chuvas mais fortes podem ocorrer ainda sobre as áreas litorâneas e pelo interior o sol aparece forte, mas o aquecimento e umidade podem causar pancadas de chuva com raios entre a tarde e noite.

O meteorologista Daniel Orlandi, da Climatempo, explica que pelo menos até sábado as condições são de chuva de moderada a forte intensidade a qualquer hora do dia intercalando períodos de sol e muita nebulosidade na faixa litorânea do Nordeste.

No mapa de precipitação acumulada dos últimos três dias é possível ver que as chuvas mais volumosas no país seguem concentradas no Centro-Norte. Os cinco maiores acumulados ontem foram registrados em Paragominas (PA) 146,2 mm, Rondon do Pará (PA): 79,8 mm, Dom Eliseu (PA): 79,4 mm, Logoa da Confusão (TO): 73,8 mm e Rio Branco (AC): 70,2 mm.

Veja o mapa de precipitação acumulada nos últimos 3 dias no Brasil:

Mapa de precipitação acumulada nos últimos 3 dias no Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Tempestade tropical Iba

Enquanto novos sistemas deixam o tempo instável no Nordeste, a tempestade tropical Iba enfraquece e se afasta da costa brasileira. A expectativa dos meteorologistas da StormGeo é que nesta quarta-feira a tempestade se torne uma baixa pressão atmosférica. A informação é da Climatempo.

Imagem de satélite nesta quarta-feira (27) mostra localização da Iba - Fonte: Inmet
Imagem de satélite nesta quarta-feira (27) mostra localização da Iba - Fonte: Inmet

Em sua última atualização, ontem (26) o Inmet destacou que Iba estava em alto-mar a cerca de 400 km da cidade de Campos dos Goytacazes (RJ), estendendo-se entre o litoral sul do estado do Espírito Santo e Norte do Rio de Janeiro. Ao longo do dia ele se afasta ainda mais da costa.

"Seu deslocamento continua previsto predominantemente para Sul, com leve componente para Leste até o dia 27 à noite, portanto afastando-se da costa", destacou o Inmet em nota. Os efeitos do Iba ainda podem ser sentidos, mas principalmente em alto mar no litoral Sul do Espírito Santo e Norte do Rio de Janeiro.

São esperados ventos fortes entre essas áreas que a tempestade atua , podendo atingir 87 km/h e chuvas intensas. Também Há previsão de mar grosso no mesmo trecho do litoral, com alturas de ondas entre 3,0 e 4,0 metros em alto-mar, entre o dia 26 à noite e o dia 27 à noite.

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

De acordo com o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 27 até 04 de abril, as chuvas mais volumosas caem sobre áreas da faixa Centro-Norte do país, mas com menores volumes em áreas do Matopiba.

De 04 até 12 de abril, as precipitações ainda se concentram sobre áreas do Centro-Norte do Brasil e ficam mais fortes. A maior parte da faixa central, Sul, Sudeste e pontos do Nordeste terão baixos volumes.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 27 de março até 12 de abril:

'Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 27 de março até 12 de abril - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

» Clique e veja mais informações a página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário