Exclusivo: Ginaldo de Sousa (Labhoro) envia imagens do plantio norte-americano

Publicado em 16/06/2019 13:16 e atualizado em 17/06/2019 07:07
13376 exibições
Ginaldo de Sousa, diretor do Grupo Labhoro, de Curitiba, é o decano dos analistas de grãos do Brasil. Com exclusividade para o Notícias Agrícolas, nosso correspondente percorre as principais rotas de plantio do Meio-Oeste americano. Acompanhem os relatos.

Domingo, dia 16 --- Bom dia. Segue abaixo o mapa das chuvas atualizado, onde se constata o que presenciamos ontem nos três estados percorridos.Chuvas moderadas e fortes cobrem os estados onde passamos, como Ohio, Indiana e Illinois e ainda parte do Missouri e Iowa... Saímos de Decatur a pouco e vamos para Saint Louis, no Missouri, e depois Iowa, onde vamos pernoitar em Des Moines. No momento está 22 graus com templo nublado. As previsões para hoje e amanhã (segunda) indicam chuvas nos estados por onde passamos. Um abraço. Ginaldo.

eua chuvas ginaldo8

Boletim da noite deste domingo 

Boa noite. Estamos ainda na estrada do Missouri em direção a Iowa.

O tempo hoje foi curto.

A chamada inicial em CBOT é um pouco melhor para começar a semana, diante de um fechamento técnico positivo na sexta-feira e um final de semana úmido em grande parte dos estados produtores como Ohio, Indiana, Illinois, Missouri e Iowa.

Alguns  analistas acham que o mercado ainda tem potencial de alta, mas recomendam prudência diante da posição muito comprada dos fundos em milho  e ainda vendidos em soja e óleo.

As estimativas para o Crop Conditions desta segunda indicam que 89 a 92% do milho foi plantado e dá-se como concluído. Para soja as estimativas indicam 78 a 81%.

Particularmente se este número da soja for alcançado acho muito bom e poderia ser um fator inibidor dos preços já que a janela de plantio ainda tem 10 dias pela frente.

Tudo vai depender do clima daqui para frente.

Lembramos que o encontro entre o presidente Trump e Xi Jinping ainda não se dá como certo na reunião do G20 em Tokio, diante das ameaças do Trump de colocar mais impostos sobre a China. A China não voltando a comprar este ano dos americanos pode ser um desastre para os produtores americanos,  diante dos altos estoques de soja no país.

No Sábado, a constatação: Chove muito em Indiana, Illinois e Ohio

Sábado, dia 15 -- Boa noite. Verificando ao vivo a situação das lavouras americanas...neste rápido Crop Tour ao Meio Oeste americano, já é possivel concluir que a coisa não parece tão simples para o produtor americano. Saímos de Fort Wayne, Indiana,  em direção a Ohio pela Rodovia 33 leste, passando por Van Wert  e fomos até Greenville, onde pegamos a 36 West, cruzamos o estado e entramos em Indiana de volta pela área central,  em direção à Illinois e viemos pernoitar aqui em Decatur, depois de 630 KM rodados....

Hoje choveu muito nos 3 estados e as lavouras - que já estavam encharcadas ou alagadas --, percebemos que elas complicaram um pouco mais ainda... Ohio muito nos surpreendeu pela dimensão de área não plantada e lavouras recém germinadas ou germinando... Em Indiana a coisa não é  muito diferente, mas tem menos área a plantar e não está tão encharcado quanto Ohio... Em Illinois muitas áreas encharcadas e alagadas, porém com menos áreas a plantar e as lavouras atrasadas sim, mas não tanto quanto Indiana e Ohio.

Vamos enviar algumas fotos e vídeos para que possam analisar, mas sentimos na pele a dificuldade do produtor que vinha com preços baixos devido à guerra comercial com a China, que acabou gerando um estoque recorde de soja e não sabe agora  o que vai acontecer com sua safra em pleno plantio daqui para frente.

O que vimos aqui não é nada animador e, se não parar de chover nestes estados por pelo menos 10 dias, a situação se complica ainda mais.... aliás a Labhoro já vinha divulgando a  situação preocupante do meio-oeste, mas a situação vai se complicando ainda mais com as chuvas recentes  deixando uma enorme área de milho sem plantar.

A janela da Soja está encurtando a cada dia e precisa de tempo seco  para concluir o plantio, mas as previsões não indicam isso no momento. Abraços Gínaldo.

eua chuvas ginaldo1  eua chuvas ginaldo2  eua chuvas ginaldo3eua chuvas ginaldo4  eua chuvas ginaldo5  eua chuvas ginaldo6eua chuvas ginaldo7  eua chuvas ginaldo9

No 1º dia, Ginaldo diz que Indiana está atrasada

Sexta feira, 1.o dia -- Boa noite. Saímos hoje de manhã de Chicago pela 90 leste e em Gary descemos pela 65 Sul e depois pegamos a 30 leste para Fort Wayne. Entramos e saímos em várias estradas de campo percorrendo cerca de 320 Km de lavouras.

Como sempre Indiana um grande produtor de milho. Encontramos muitas áreas abandonadas que certamente poderiam plantar com soja, mas vão para o Prevent Plant.  Alguma coisa desta região certamente irá para soja. O milho está muito atrasado,encontramos milho com 30/40 cm de altura e milho recém germinado e germinando, com cerca de 30 dias de atraso. Faz 2/3 dias que quase não chove nestas áreas.

Hoje pegamos um tempo simplesmente seco e com temperaturas de 24/25 graus. Amanhã vamos a Ohio, depois passamos pelo Sul de Indiana e vamos para Decatur Illinois. Tempo seco previsto para amanhã em toda região leste, mas com  previsão de muita chuva para o domingo, alcançando inclusive o Missouri. 

Alguns analistas acreditam que área de milho ficará entre 9 e 13 mi de acres sem plantar e isso deve ser confirmado no Crop Condition que o NASS divulgará na segunda-feira às 17,00 horas.

A questão é a soja, quanto será plantado até domingo? Gente falando em 70% e outros em 75/78%.  Dependendo do que vem e das previsões climáticas, o mercado pode colocar mais prêmio clima.

Afinal milho cotado a 460/470 para Dezembro, deixa a soja barata nos níveis atuais para o contrato janeiro, cotado a 9,35.

Vamos esperar o que vem na segunda-feira. (seguem os vídeos)

Por: Ginaldo de Sousa
Fonte: Notícias Agrícolas/Labhoro

0 comentário