Chuvas significativas são previstas para o Centro-Oeste nos próximos dois dias

Publicado em 06/11/2019 10:42 e atualizado em 06/11/2019 16:28
3439 exibições

LOGO nalogo

A previsão do tempo indica chuvas significativas para a região Centro-Oeste do país nos próximos dois dias. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) são esperadas chuvas intensas em pontos de Mato Grosso, Tocantins, Goiás, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul. De acordo com Francisco Assis Diniz, chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet, as chuvas acontecem devido às altas temperaturas, que gera uma convecção diurna e posteriormente as chuvas. 

O modelo Cosmo do Inmet indica que nas próximas 24 horas as chuvas devem ficar mais intensas no norte de Mato Grosso, com volumes entre 20 e 30 milímetros, com previsão de até 50 milímetros na divisa com o Amazonas. No dia 9 as chuvas descem e atingem o centro do estado, com previsão de volumes entre 30 e 50 milímetros. 

No Tocantins as chuvas mais expressivas já poderão ser registradas nas próximas 24 horas, com volumes entre 12 e 40 milímetros. Já o estado de Goiás, apesar de receber pontos isolados de chuvas, os números devem ficar mais expressivos no final da semana, entre 20 e 40 milímetros. 

Para o Mato Grosso do Sul também há previsão de pancadas de chuvas, sobretudo nas regiões sul, oeste e centro do estado. De acordo com Francisco, as chuvas com volumes mais significativos devem acontecer nas próximas 24 horas, com volumes entre 30 e 50 milímetros. 

Segundo a Climatempo, o estado de Mato Grosso do Sul, praticamente todo o estado de Mato Grosso e o sul de Goiás estão em alerta, com risco de temporais. "As outras áreas do Centro-Oeste, incluindo Goiânia e Brasília, estão em estado de atenção, com risco de chuva moderada a forte isolada, raios e rajadas de vento", diz a Climatempo.

Veja o mapa de precipitação para as próximas 72 horas no Centro-Oeste do país:

Inmet - Centro-Oeste
Fonte: Inmet
 

Chuva pode dar trégua em áreas do Rio Grande do Sul 

O Rio Grande do Sul, que vem recebendo altos volumes de chuvas nas duas últimas semanas, deverá ter uma pausa e tempo firme nos próximos dias nas regiões sul e centro do estado. 

De acordo com Francisco, as condições devem permanecer sem chuvas até o final de semana. "A tendência da chuva agora é subir mais ao norte para o Paraná, São Paulo e Minas Gerais", afirma. 

No Paraná ainda são previstas chuvas no próximos dias, confirmando o destaque do Notícias Agrícolas das previsões de chuvas significativas para a região norte do estado nesta quarta-feira. Produtores da região vêm sofrendo com a falta de chuva e e consequentemente também atrasaram o plantio da soja 19/20. Em Santa Catarina são previstas chuvas entre 20 e 30 milímetros para as próximas 48 horas. 

Últimas 24 horas

Nas últimas 24 horas os volumes mais expressivos de chuva foram registrados na região sul do país, com destaque para o Rio Grande do Sul que teve acumulados de precipitação entre 40 e 80 milímetros. 

Em Santa Catarina as chuvas registraram volumes entre 20 e 30 milímetros em todo o estado. Já o Paraná teve chuvas apenas no sul do estado, com volumes entre 9 e 15 milímetros. 

No norte do Mato Grosso, na divisa com o Amazonas, também foram registrados volumes expressivos, entre 25 e 40 milímetros de precipitação. 

Veja o mapa de precipitação acumulada das últimas 24 horas em todo o Brasil:


24 horas - Inmet
Fonte: Inmet

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário