Chuvas previstas para os próximos dias são fundamentais para garantir produtividade no oeste da Bahia

Publicado em 21/01/2020 10:13 e atualizado em 21/01/2020 10:54
2034 exibições

LOGO nalogo

Chuvas mais expressivas começam a chegar no oeste da Bahia nas próximas horas. Após passar por um período de estiagem, as condições começam a mudar na região. Produtores de soja do oeste da Bahia estão enfrentando problemas nas lavouras devido a falta de chuvas. "A situação está tensa de novo, tem previsão, mas ainda não choveu. Já estamos na média entre 12 e 15 dias sem chuvas e o volume foi muito baixo entre novembro e dezembro", afirma Alan Juliani - presidente da Aprosoja Bahia. 

Segundo Alan, produtores estão apreensivos e a maior parte da soja plantada já está em fase reprodutiva, assim como o milho que também está em uma importante fase do desenvolvimento. "A chuva dessa semana é decisiva para a região, para garantir o desenvolvimento das plantas e para acelerar o estágio reprodutivo", afirma o presidente. Alan destaca ainda, que é cedo para falar em quebra de produtividade, mas que as chuvas previstas para os próximos dois dias serão essenciais para o balanço. 

De acordo com Alan, é preciso que chova pelo menos cerca de 100 milímetros no oeste da Bahia para que a água no solo atinja o volume necessário para desenvolvimento da planta. A boa notícia, é que o modelo Cosmo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) indica que os volumes serão expressivos nas próximas 48 horas.

Segundo o mapa, entre esta terça e quarta-feira, são esperados acumulados de até 30 milímetros no oeste da Bahia. No dia 23 (quinta-feira), os mapas mostram que os volumes tendem ser ainda mais expressivos. A tendência é que chova na região até, pelo menos, o final desta semana. 

Imagens de satélite do Inmet mostra chuvas chegando ao oeste da Bahia: 

Imagens de Satélite - Inmet
Fonte: Inmet 

Outras regiões 

As previsões continuam indicando chuvas para o Sudeste do país nas próximas 24 horas. Segundo os modelos, os volumes tendem a continuar expressivos em Minas Gerais e parte do Espírito Santo. 

Em Minas Gerais, a região central do estado deverá receber os maiores volumes - com precipitações entre 30 e 40 milímetros, podendo ser registrados até 50 mm em alguns pontos. Também chove nas demais regiões, porém em volumes mais baixos. Já no Espírito Santo, são esperados volumes expressivos no sul do estado, previstos entre 20 e 30 mm. 

O Cosmo indica ainda que a partir de quinta-feira, nos dois estados os volumes tendem a ficar ainda mais expressivos. A previsão indica chuva volumosa em todo o estado de Minas Gerais - com precipitações entre 50 e 70 mm. 
As mesmas condições são esperadas para o Espírito Santo.

"No período de 21 a 25 de janeiro, estas áreas de instabilidade persistem sobre estas regiões e provocam chuva frequente e muitas vezes volumosa, de forte intensidade. Além do elevado volume de chuva, há risco de raios e eventuais rajadas de vento com forte intensidade", destaca a Climatempo para o estado do Espírito Santo. 

Também há previsão de chuvas para áreas do Centro-Oeste. Em Goiás, são esperados acumulados entre 20 e 40 mm em toda a região central do estado. Os mapas indicam chuvas para as demais áreas, mas em volumes mais baixos. 

São esperadas chuvas em todo o estado do Mato Grosso, com precipitações entre 20 e 30 milímetros no centro e norte do estado. Os mapas indicam chuvas para as demais áreas em volumes baixas e pancadas de chuvas não estão descartadas devido às altas temperaturas. 

Veja a previsão de precipitação para as próximas 93 horas em todo o Brasil: 

93 horas - Inmet
Fonte: Inmet 
 

Vicente e Melissa na colheita de feijão em Cristalina (GO). Envio de Volnei Zoboli
Vicente e Melissa na colheita de feijão em Cristalina (GO). Envio de Volnei Zoboli

Soja fazenda Tondello em Espigão Alto do Iguaçu (PR). Envio de Rodrigo Leandro Guzzo
Soja fazenda Tondello em Espigão Alto do Iguaçu (PR). Envio de Rodrigo Leandro Guzzo​

Colheita da soja na Fazenda Gilberto Tesser em Vitorino (PR). Envio do Técnico Jonatan Tayllel Soares
Colheita da soja na Fazenda Gilberto Tesser em Vitorino (PR). Envio do Técnico Jonatan Tayllel Soares

Foto em Bela Vista (GO). Envio de Flávio Umeno
Foto em Bela Vista (GO). Envio de Flávio Umeno
Soja em Novo Barreiro (RS). Envio de Douglas Smaniotto
Soja em Novo Barreiro (RS). Envio de Douglas Smaniotto​

Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do 
WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram @noticiasagricolasou use a hashtag #imangensdodia

 

 

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário