Frente fria avança e pode chover em todas as regiões do RS; estado já registra perdas na soja e no milho

Publicado em 18/02/2020 08:59 e atualizado em 18/02/2020 09:52
3855 exibições
Passagem do estado será rápida pela região e os maiores volumes são esperados para o oeste e sul do estado

LOGO nalogo

Uma frente fria formada entre a Argentina e o Uruguai começa a se aproximar da região sul do país, levando condições de chuvas para áreas do Rio Grande do Sul já nas próximas 24 horas. As previsões indicam ainda risco de vento moderados a forte e pancadas de chuvas nos três estados da região sul do Brasil. 

O modelo Cosmo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) indica chuva para todo o Rio Grande do Sul, com volumes mais expressivos para o oeste e extremo sul do estado, onde são esperados acumulados entre 30 e 50 milímetros de precipitação. 

Ao longo desta terça-feira (18), as condições devem avançar para o Centro-Norte do Rio Grande do Sul e nas duas regiões são previstas chuvas de até 20 milímetros. É importante lembrar que são esperadas pancadas de chuvas para todo o estado e podem ser registrados volumes mais altos de chuvas. 

Chuvas RS - Santa Maria
Chuva chegando entre Santa Maria e Júlio de Castilhos/RS

Produtores do Rio Grande do Sul precisam de chuvas com bons volumes e regulares para que a quebra de produtividade de soja e milho não aumente no estado que já enfrentou dois veranicos nesta safra e sofre com a estiagem e altas temperaturas. Em entrevista ao Notícias Agrícolas, José Domingos Lemos Teixeira, coordenador do Núcleo da Aprosoja de Tupanciterã/RS afirmou que a soja já perdeu 35% da produtividade esperada e o milho já tem queda de até 70% em algumas regiões do estado. 

>>> Estiagem no Rio Grande do Sul já reduz produtividade da soja em 35% e milho cai até 70%

Os modelos indicam que a passagem da frente fria, assim como vem acontecendo durante todo o Verão, deve acontecer de maneira rápida pela região e avançar para os demais estados do sul do país. Em Santa Catarina e no Paraná também são esperadas chuvas, porém em volumes mais baixos. No Paraná, a previsão indica que os volumes tendem a ser mais expressivos a partir de quinta-feira, dia 20. Segundo o Cosmo, nesta data, são esperados acumulados entre 20 e 30 milímetros para o norte do Paraná.  

Veja o mapa de precipitação prevista para todo o RS nas próximas 24 horas: 

Chuvas RS - 24h - Inmet
Fonte: Inmet 
 

Outras regiões

Para as demais regiões do país, a previsão continua indicando chuvas para o Mato Grosso, áreas do Matopiba e Sudeste do país. 

Segundo o Inmet, chove em todo o estado do Mato Grosso, sendo os maiores volumes esperados para o norte do estado, com precipitação entre 20 e 40 milímetros. Também são esperadas chuvas para as demais regiões, porém com volumes mais baixos. 

No Matopiba, os maiores volumes continuam sendo previstos para o norte do Tocantins - entre 20 e 30 milímetros. As mesmas condições são esperadas para todo o Mato Grosso e norte do Piauí. Não há previsão de chuvas para oeste da Bahia nas próximas 24 horas. 

Há possibilidade de chuva para todo o Sudeste do Brasil e os maiores volumes são previstos para o sul de Minas Gerais - com precipitações de até 30 milímetros. O Centro de Minas Gerais não tem previsão de chuva, assim como o norte do estado que continua sem previsão de chuva. 

Veja o mapa de precipitação prevista para todo o Brasil nas próximas 93 horas: 

93 horas - Inmet - 18/02
Fonte: Inmet 
 

Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário