Ciclone bomba passa pelo sul com muito granizo, ventania e estragos; veja imagens

Publicado em 30/06/2020 17:33 18666 exibições

LOGO nalogo

A forte chuva e ventania que atingiram o sul do Brasil nesta terça-feira (30) deixaram sinais de destruição em diversos municípios do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Imagens enviadas por produtores mostram muita queda de granizo, estradas bloqueadas e quedas de árvores em diversos pontos. O Notícias Agrícolas apura se a passagem do ciclone pela região também afetou as áreas de produção agrícola. 

A chuva é intensa no Rio Grande do Sul desde as primeiras horas do dia. Entre a madrugada e manhã desta terça Bento Gonçalves/MG registrou 104 mm de chuvas, Cruz Alta/RS registrou 99 mm e Campo Bom/RS registrou 74 mm. "Os volumes são bem significativos e a tendência é que continue chovendo de maneira expressiva. Estamos com aviso laranja e vai permanecer até amanhã pelo menos", afirma Heráclio Alves, meteorologista do Inmet.

Segundo Almir Trevisan, assessor de imprensa da C.Vale, em Assis Chateaubriand/PR, atingiu uma parte do milho plantado mais tarde e também algumas áreas de produção de trigo. 

Ventania atinge produção de milho em Assis Chateaubriand/PR: 

Queda de granizo também em Assis Chateaubriand/PR: 

 

Chuvas Paraná - 3006Chuvas Paraná - 3006Chuvas Paraná - 3006Chuvas no Paraná - 3006Chuvas no Paraná - 3006Chuvas no Paraná - 3006


Forte chuva em Ubiratã/PR: 

Chuva e vento forte em Itaiopolis/ SC: 

A intensidade da chuva no Rio Grande do Sul resultou em queda de árvores sobre a BR-135. Segundo informações da Gaúcha Geral, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou rajadas de ventos de 100 km/h entre as cidades de Erechim e Getúlio Vargas. Veja imagem da via interditada nesta terça: 

Via interditada no RS - 3006

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta laranja para ventos fortes na região sul do Brasil nas próximas horas. Um ciclo extratropical, também conhecido como "ciclone bomba", já está em atuação na região e deve ganhar força até quarta-feira (1º). "O ciclone se formou e já registramos ventos fortes, de 100 km/h no sul do Brasil, e entre hoje e amanhã deve continuar em atuação na costa leste de toda a região sul", explica o meteorologista do Inmet, Heráclio Alves. Veja matéria completa aqui.

O sistema também chegou ao Paraguai e na região de Santa Rosa, as imagens também mostram cenas de destruição. Confira: 

 

Chuva no Paraguai - 3006   Chuva no Paraguai - 3006

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário