Inundações com monções matam mais de 150 na Índia e no Nepal

Publicado em 21/10/2021 09:59 51 exibições

Logotipo Reuters

NOVA DELHI, 21 de outubro (Reuters) - Mais de 150 pessoas morreram nas inundações na Índia e no Nepal nos últimos dias, quando fortes chuvas de monção causaram enchentes, destruíram casas, plantações e infraestrutura e deixaram milhares presos.

O estado de Uttarakhand, no Norte da Índia, foi especialmente atingido, com 48 mortes confirmadas, disse à Reuters SA Murugesan, secretário do departamento de gerenciamento de desastres do estado.

Em Nainital, um destino turístico popular no estado do Himalaia, o lago principal da cidade quebrou suas margens, submergindo a via principal e danificando pontes e trilhos de trem.

No distrito vizinho de Chamoli, equipes de resgate da Força Nacional de Resposta a Desastres paramilitares da Índia continuaram a revistar os destroços após os deslizamentos de terra causados ??pelas fortes chuvas.

O ministro federal do Interior da Índia, Amit Shah, acompanhou as áreas duramente atingidas na quinta-feira.

“Plantações e casas foram destruídas, o que é um golpe severo para as famílias que já lutam com as consequências devastadoras da pandemia da Covid-19”, disse Azmat Ulla, um alto funcionário da Federação Internacional das Sociedades do Crescente Vermelho.

“O povo do Nepal e da Índia está imprensado entre a pandemia e o agravamento dos desastres climáticos, impactando fortemente milhões de vidas e meios de subsistência.”

Cerca de 42 pessoas morreram na última semana no estado de Kerala, no Sul da Índia, de acordo com um comunicado do gabinete do ministro-chefe.

No vizinho Nepal, pelo menos 77 pessoas morreram.

As chuvas de monções anuais da Índia geralmente acontecem de junho a setembro.

(Reportagem de Saurabh Sharma em Lucknow e Jose Devasia em Kochi, Escrita de Alasdair Pal; Edição de Simon Cameron-Moore e Nick Macfie)

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário