Final de semana ainda será de temperaturas baixas e nova rodada de chuva só no dia 28

Publicado em 20/05/2022 11:28 e atualizado em 20/05/2022 13:11
De acordo com a NOAA, tendência é do retorno da umidade para o Sul, mas sem força para avançar para as demais áreas do país

Logotipo Notícias Agrícolas

A última semana foi mais seca e de temperaturas baixas em boa parte do Brasil, e de acordo com as previsões mais recentes da Administração Oceânica e Atmosférica (NOAA), não há indicativo de mudanças expressivas nas principais áreas de produção agrícola nos próximos sete dias. 

De acordo com o modelo norte-americano, uma nova rodada de chuva é prevista para o Sul do país apenas depois do dia 28 de junho. Porém, mantendo a condição típica para época do ano, a chuva não deve força para avanças para as demais áreas do país. 

Com relação aos volumes, o NOAA prevê precipitação entre 40mm e 90mm em áreas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O modelo mostra ainda o retorno da umidade para o sul extremo sul do Mato Grosso do Sul e áreas pontuais de São Paulo, com previsão de acumulados entre 25mm e 30mm. Para as demais áreas do país, a tendência é de permanência de tempo seco. 

Veja o mapa de previsão estendida para todo Brasil: 

NOAA
Fonte: NOAA

 

FRIO CONTINUA 

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) mantém nesta sexta-feira (20) boa parte do país em estado de alerta laranja para onda de frio intensa. As temperaturas continuam pelo menos 5ºC abaixo da média, e o aviso é válido do Rio Grande do Sul até o extremo sul de Goiás e sul de Rondônia. 

Já com relação ao risco de geada, o sistema do Inmet mantém a condição do evento climático com intensidade moderada apenas em áreas do Sul do Brasil na próxima madrugada. O Sisdagro prevê ainda condição de geada com intensidade fraca no sul de Minas Gerais e extremo sul de São Paulo. 

"Depois da neve, e com o afastamento da tempestade subtropical Yakecan, a nebulosidade diminuiu muito sobre o Sul do Brasil, o que permitiu uma queda de temperatura ainda mais acentuada. Além da presença do ar frio de origem, essa redução das nuvens durante o período noturno facilitou a perda de calor pela atmosfera. Assim, a camada de ar próxima da superfície ficou ainda mais fria", complementa a Climatempo em relação ao amanhecer desta sexta-feira (20). 

Ainda de acordo com a consultoria, a tendência é que as temperaturas comecem a subir apenas no próximo domingo, dia 22, quando a massa de ar frio começar a se afastar do Brasil. "A madrugada deste sábado ainda será bastante fria no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país", afirma. 

Veja o mapa de previsão de atuação de massa de ar frio: 

gfs_T2ma_samer_fh0-96
Fonte: GFS
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário