HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

Inmet emite alerta amarelo para umidade do ar podendo bater 20% no Brasil Central e em áreas do Matopiba

Publicado em 01/07/2022 10:38 e atualizado em 01/07/2022 11:25
Temperaturas continuam mais baixas no Sul do país, mas risco de geada diminui para as próximas madrugadas

Logotipo Notícias Agrícolas

Mantendo as características típicas do Inverno, o mês de julho começa com a permanência de ar muito seco e até com temperaturas mais elevadas em algumas regiões do Brasil nesta sexta-feira (1º). 

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta laranja para baixa umidade relativa do ar válido em vários estados do país. De acordo com a publicação oficial, a umidade relativa do ar deve variar entre 30% e 20%. 

O alerta é válido para áreas do Mato Grosso do Sul, São Paulo, oeste de Minas Gerais, Goiás Mato Grosso, centro-sul do Tocantins, extremo sul do Maranhão e sul do Piauí. 

"Uma grande massa de ar seco influencia o Brasil e dificulta a formação de nebulosidade sobre a maior parte do país. Julho começa com muito sol e com temperaturas altas. O ar frio de origem polar atua sobre parte do Sul do Brasil, mas não consegue se expandir para as demais regiões", acrescenta a previsão da Climatempo. 

Veja o mapa de previsão de temperatura nos próximos dias em todo Brasil: 

GIF 01-07-2022 10-39-42
Fonte: Inmet 

Pelo menos nos próximos sete dias, os modelos não indicam mudanças significativas nas condições do tempo. As chuvas continuarão restritas ao Sul do país e sem força para quebrar a massa de ar seco. No Sul do país, as temperaturas estão mais baixas devido a atuação de uma massa de ar frio, mas não existe mais risco de geada em áreas de produção agrícola nos próximos dias. 

"Muito comuns no inverno, as massas de ar seco contribuem para ocorrência do fenômeno meteorológico chamado de inversão térmica (que ocorre quando a camada próxima à superfície é mais fria que a localizada logo acima, dificultando a dispersão de poluentes). Nesta manhã nota-se esta condição em várias cidades do Paraná", destacou o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (SIMEPAR) nesta sexta-feira (1º). 

Veja a previsão de precipitação nas próximas 93 horas: 

GIF 01-07-2022 10-41-49
Fonte: Inmet 

Previsão estendida

A atualização do modelo de previsão estendida, divulgada na manhã desta sexta-feira (1º) pela Administração Oceânica e Atmosférica (NOAA), também não indica mudanças expressivas nas condições do tempo em boa parte do país. 

Segundo o NOAA, até o dia 8 de julho, as chances são de chuva apenas em áreas do Sul do Brasil, com precipitação entre 25mm e 30mm no período em regiões do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 

Entre os dias 8 e 16 de julho, o NOAA aumenta o volume e áreas com chuvas pelo Sul, mas o sistema não deve ter força para avançar para as demais áreas do Brasil. Neste período, também são esperados volumes de até 40mm em áreas de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e pontos isolados do Paraná. 

Veja o mapa de previsão estendida para todo Brasil:  

NOAA 0107
Fonte: NOAA 

 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário