Frente fria traz risco de temporais no oeste do Paraná

Publicado em 13/10/2010 09:28
568 exibições
Chuvas com baixo acumulado devem atingir as regiões Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e Norte.
Sul
Além das áreas de instabilidade, uma frente fria também passa a provocar chuvas sobre a região Sul. Desta vez, a precipitação promete acontecer de forma mais generalizada, inclusive com risco de intensos temporais no oeste do Paraná. O acumulado na região de fronteira do Estado com o Paraguai varia entre 50mm e 60mm (35% da média do mês de outubro). O frio da madrugada diminui consideravelmente, mas mesmo assim, a mínima varia entre 6°C e 8°C na serra de Santa Catarina. À tarde, a máxima chega aos 25°C na maior parte do Rio Grande do Sul, mas não chega aos 20°C em boa parte de Santa Catarina e Paraná.

Sudeste
Nesta quinta, as áreas de instabilidade migram pelo Sudeste e as chuvas concentram-se sobre o oeste e sul de São Paulo e toda a região de divisa de São Paulo com Minas Gerais. As precipitações serão isoladas e com baixo acumulado. No Rio de Janeiro e Espírito Santo, o tempo permanece seco. O frio da madrugada diminui, mas mesmo assim, esperam-se mínimas entre 11°C e 14°C em boa parte de São Paulo, interior do Rio de Janeiro e do Espírito Santo e no centro, sul e leste de Minas Gerais. Já a temperatura máxima dispara e passa dos 35°C no Triângulo Mineiro e norte de São Paulo e oscila em torno dos 25°C no Rio de Janeiro e no Espírito Santo.

Centro-Oeste
Na quinta, uma nova frente fria organiza melhor as áreas de instabilidade sobre o Centro-Oeste e a previsão é de chuva generalizada sobre o Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal. Apesar de mais generalizada, a chuva não trará grande acumulado para a maior parte das localidades. Apenas no sul de Mato Grosso do Sul, a chuva será mais intensa, com acumulado de até 50mm. Em Mato Grosso, também há previsão de chuva nesta quinta, porém a precipitação será isolada e com baixo acumulado. O frio da madrugada diminui no sudeste de Mato Grosso do Sul, porém em compensação, a temperatura máxima cai, não passando dos 25°C. Já na maior parte do Centro-Oeste, o calor predomina.

Nordeste
Na quinta, ainda há previsão de chuva generalizada no litoral sul da Bahia e mais isolada no oeste do Maranhão. Entretanto, de uma forma geral, a tendência é de diminuição das chuvas no Nordeste. Ainda faz frio no sul da Bahia, porém o calor predomina na maior parte da região.

Norte
Na quinta, apesar da previsão de chuva em quase todos os Estados, o baixo acumulado e a precipitação irregularmente distribuída pouco ajudam no aumento do nível dos rios amazônicos, nem aplacam o intenso calor da região.

Confira a previsão para os próximos dias

Sul
Na sexta, a frente fria traz chuvas generalizadas ao Paraná, Santa Catarina e norte do Rio Grande do Sul. De uma forma geral, o acumulado será baixo, com exceção do centro e oeste do Paraná, onde o acumulado varia entre 20mm e 30mm. Na maior parte do Rio Grande do Sul retorna uma condição de tempo seco. A madrugada será abafada em toda a região Sul. A temperatura máxima também promete disparar em quase todas as localidades. No sábado, a chuva fraca atinge apenas o norte e leste do Paraná e norte de Santa Catarina. Entre 17 e 21 de outubro, a chuva com baixo acumulado concentra-se entre Santa Catarina e o Paraná.

Sudeste
Na sexta, prosseguem as chuvas isoladas e com baixo acumulado por conta da presença de áreas de instabilidade. A precipitação atinge São Paulo, sul do Rio de Janeiro e o sul e oeste de Minas Gerais. No Espírito Santo, o tempo permanece seco. As temperaturas, tanto mínima como máxima, sobem consideravelmente e a sexta-feira promete ser um dia abafado em todo o Sudeste. No sábado, uma frente fria avança pelo Sudeste e provoca chuva com acumulado entre 10mm e 20mm à São Paulo, Rio de Janeiro, sul do Espírito Santo e centro e sul de Minas Gerais. Entre 17 e 21 de outubro, a frente fria acaba provocando chuva em todo o Sudeste. Destaque para o acumulado entre 50mm e 100mm no nordeste de São Paulo, norte do Rio de Janeiro, norte do Espírito Santo e em boa parte de Minas Gerais.

Centro-Oeste
Na quinta, uma nova frente fria organiza melhor as áreas de instabilidade sobre o Centro-Oeste e a previsão é de chuva generalizada sobre o Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal. Apesar de mais generalizada, a chuva não trará grande acumulado para a maior parte das localidades. Apenas no sul de Mato Grosso do Sul, a chuva será mais intensa, com acumulado de até 50mm. Em Mato Grosso, também há previsão de chuva nesta quinta, porém a precipitação será isolada e com baixo acumulado. O frio da madrugada diminui no sudeste de Mato Grosso do Sul, porém, a temperatura máxima cai, não passando dos 25°C. Já na maior parte do Centro-Oeste, o calor predomina. Na sexta, a frente fria e áreas de instabilidade causam chuva generalizada em Mato Grosso do Sul e no oeste e sudeste de Goiás e precipitação mais isolada no centro, oeste e sul de Mato Grosso. De uma forma geral, o acumulado será baixo. Apenas no centro e sul de Mato Grosso do Sul poderá chover até 20mm. No sábado, a chuva generalizada atinge boa parte de Mato Grosso do Sul, o centro e sul de Goiás e o centro e sul de Mato Grosso. Entretanto, novamente, apesar da chuva generalizada, o acumulado será baixo na maior parte das cidades. Apenas em algumas poucas cidades do centro de Mato Grosso, oeste e sul de Mato Grosso do Sul e sudeste de Goiás poderá chover algo entre 20mm e 30mm. Entre 17 e 21 de outubro, a previsão é de chuva com baixo acumulado em boa parte do Centro-Oeste. Além disso, a previsão de 15 dias mudou e já não indica grandes acumulados no centro e oeste do Brasil nos últimos dias de outubro. Apesar de indesejável, mudanças deste tipo são normais neste momento (primavera). Por isso mesmo, recomendávamos cautela com quaisquer tomada de decisão. Resta-nos aguardar por mais atualizações para vermos de fato o que acontecerá no fim do mês no Brasil. Quem nos dará uma resposta mais certa do que acontecerá será a previsão do modelo americano GFS de sete dias, que apresentar melhor resolução.

Nordeste
Na sexta, a previsão é de chuva apenas no litoral sul da Bahia. No sábado, finalmente não há previsão de chuvas sobre a Região Nordeste. Entre 17 e 21 de outubro, no entanto, uma nova frente fria traz chuvas ao centro e sul da Bahia, oeste do Maranhão, sul do Piauí e sul do Ceará. Apesar de isolada, poderá chover de forma muito intensa no sudoeste da Bahia, com acumulado de mais de 100mm neste período.

Norte
Na sexta e no sábado, o avanço de uma frente fria pelo Brasil faz com que a chuva ocorra preferencialmente no oeste da região Norte, entre o Amazonas, Acre e Roraima. Mesmo assim, o acumulado ainda será baixo. Entre 17 e 21 de outubro, a chuva volta a atingir toda a região Norte e o acumulado aumenta em relação a esta semana. Esperam-se mais de 50mm em várias áreas da Amazônia, Acre e Rondônia.
Tags:
Fonte: Somar Meteorologia

Nenhum comentário