Tempo aberto no Estado de São Paulo dá lugar a instabilidades

Publicado em 14/10/2010 09:27
392 exibições
Deve chover por volta das 18h desta sexta na capital paulista.
SEXTA, DIA 15

Sul
Nesta sexta, o ciclone extratropical avança para alto-mar e gera uma frente fria. Com isso, a chuva no Rio Grande do Sul avança para o oceano e para Santa Catarina. Com o afastamento do sistema, os ventos mudam de direção e os termômetros já não sobem tanto no Rio Grande do Sul, mas não chega a fazer frio. Em Santa Catarina e no Paraná, o tempo segue fechado e com muita chuva. Pode, inclusive, chover forte entre o norte e leste paranaenses e o leste catarinense, com risco de queda de granizo. O calor sustentado pelos ventos de norte persiste.

Sudeste
Mais uma vez, a sexta será de tempo predominantemente aberto no Sudeste, mas, no fim do dia, uma frente fria se aproxima da região e o tempo muda em São Paulo. A chuva, inclusive, já chega no fim da tarde em cidades próximas do Paraná e deve atingir a capital paulista no início da noite, por volta das 18h, podendo atrapalhar a volta para casa do paulistano. Chove também em parte de Minas e do Rio de Janeiro. Como os ventos do interior do continente se intensificam antes da chegada do sistema frontal, faz mais calor ainda à tarde: as temperaturas passam dos 30°C em toda a região e, no norte paulista e oeste mineiro, faz mais de 35°C.

Centro-Oeste
A semana termina com uma frente fria se aproximando do Mato Grosso do Sul e provocando chuva no fim do dia em algumas cidades do Estado e também de Goiás. As chuvas, principalmente no MS, ocorrem na forma de pancadas e podem ser de forte intensidade. Faz calor.

Nordeste
Na sexta, as instabilidades propagadas pelo sistema frontal continuam provocando chuviscos em algumas áreas do litoral baiano, mas as temperaturas começam a subir. O calor em todas as demais áreas do Nordeste continua. A temperatura chega aos 40°C em Teresina e Picos (PI).

Norte
A previsão indica chuva de forma isolada em quase todo o Norte, devendo as pancadas mais intensas serem registradas no oeste da região. Apenas no Tocantins e no leste paraense não há previsão de chuva. As temperaturas seguem altas.

Confira a previsão para os próximos dias

Sul
A chuva não consegue deixar a região Sul no fim de semana e, apesar de também atingir São Paulo, tanto o Paraná como Santa Catarina ainda tem um dia com muita nebulosidade e pancadas de chuva a qualquer momento do dia. Apenas na segunda o tempo abre nos dois Estados, com exceção do leste, que segue com chuvas devido a ventos que sopram do mar. As temperaturas ficam amenas em ambos os Estados até terça, com exceção de áreas serranas, onde faz frio, principalmente nas manhãs de segunda e terça. No Rio Grande do Sul, o tempo abre e o sol aparece, mas uma massa de ar frio entra no Estado e as temperaturas começam a cair à noite. A madrugada de domingo será bastante fria: as mínimas ficam próximas de 10°C, devendo cair ainda mais na segunda. As máximas, porém, seguem altas: o tempo aberto garante uma grande amplitude térmica. Entre os dias 18 e 22, são esperados dias secos na região Sul. Apenas em áreas litorâneas chove, mas com acumulado muito baixo. Volta a chover de forma significativa apenas a partir do dia 22, com acumulados de até 50mm no norte do Paraná.

Sudeste
No fim de semana, a chuva se estabelece no Sudeste, principalmente a partir do sábado à noite, quando chove em todo o Estado de São Paulo, na maior parte de Minas, no sul do Espírito Santo e em todo o Rio de Janeiro. Pode chover forte, pois as temperaturas estarão altas e isso tende a aumentar a força da chuva, podendo até provocar granizo. No domingo, a frente fria chega e deixa o tempo fechado o dia todo, com pouquíssimas aberturas de sol e muita chuva em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Os acumulados podem passar dos 40mm e gerar transtornos como alagamentos. As temperaturas caem no domingo em São Paulo e seguem em queda na segunda, quando o calor também ameniza nos demais Estados do Sudeste. No início da próxima semana, a chuva no Sudeste só dá trégua no oeste de São Paulo: a semana será chuvosa nas demais áreas de São Paulo e os acumulados passam dos 100mm em algumas cidades de Minas e do Espírito Santo.

Centro-Oeste
No sábado a frente fria finalmente chega ao Centro-Oeste e chove de maneira generalizada no MS, em Goiás e no DF, inclusive nas três capitais. No Mato Grosso, porém, chove só de maneira isolada e de forma generalizada no domingo. O calor não dá trégua e ainda se intensifica: as temperaturas chegam próximas dos 40°C. A chuva no Centro-Oeste continua no início da próxima semana, principalmente em Goiás e no norte do Mato Grosso.

Nordeste
No fim de semana, o calor não dá trégua e mesmo no sul da Bahia as temperaturas já chegam próximas dos 30°C. Faz sol e não chove. A chuva só volta ao Nordeste entre a terça e a quarta, quando uma frente fria chega ao sul da Bahia. Essa frente fria deve avançar até Alagoas até o dia 23, levando chuva para todo o interior do Nordeste. Antes do fim do mês, as simulações indicam que outra frente fria avança pelo Nordeste.

Norte
No fim de semana as instabilidades ganham força, mas seguem atingindo o Norte de forma isolada. Chove, inclusive, no Tocantins, mas os locais em que a chuva ocorre com maior intensidade ainda são o Acre, Rondônia e o oeste do Amazonas. A partir da semana que vem, as pancadas já ocorrem de forma generalizada, inclusive no Tocantins e no Pará. O acumulado pode passar dos 70mm.
Tags:
Fonte: Somar Meteorologia

Nenhum comentário