Avanço de massa de ar polar baixa temperaturas na região Sul

Publicado em 18/10/2010 11:13
422 exibições
Mínimas ficam entre 3°C e 5°C na Campanha e Serra Geral e 9°C e 13°C no centro e sul do Paraná.
TERÇA, DIA 19

Sul
Tempo seco na região Sul. O avanço de uma massa de ar polar gera mínima entre 3°C e 5°C na Campanha e na Serra Geral. No Paraná, a mínima varia entre 9°C e 13°C no centro e sul do Estado. À tarde, a máxima entra em elevação no interior da região, mas permanece baixa nas áreas mais próximas do litoral.

Sudeste
Nesta terça, o sistema avança para norte provocando chuva apenas no norte do Espírito Santo e de Minas Gerais. O acumulado chega aos 60mm no extremo nordeste de Minas Gerais. Por outro lado, em São Paulo, Rio de Janeiro e no sul de Minas Gerais e do Espírito Santo retorna uma condição de tempo seco. O frio da madrugada aumenta em boa parte de São Paulo e no sul de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. Já a temperatura máxima permanece elevada no oeste de Minas Gerais e de São Paulo e mais baixa nas áreas próximas do mar.

Centro-Oeste
Nesta terça, a chuva atinge o centro e norte de Mato Grosso e de Goiás, além do Distrito Federal. Mais uma vez, apesar da chuva, o acumulado será baixo na maior parte das localidades/fazendas. No sul dos dois Estados e em Mato Grosso do Sul, o tempo permanece seco. A entrada de uma massa de ar polar gera uma madrugada mais fria no centro e sul de Mato Grosso do Sul. À tarde, no entanto, o calor predomina em toda a região.

Nordeste
A frente fria chega efetivamente ao Nordeste e provoca chuva e trovoadas em boa parte da Bahia, oeste, centro e sul do Maranhão e centro e sul do Piauí. As chuvas serão intensas apenas no centro e sul da Bahia, passando dos 60mm no extremo sul do Estado. Já nas demais áreas, o acumulado será baixo. No leste e norte do Nordeste, o tempo permanece seco e ensolarado. O calor predomina em toda a região e a máxima passa dos 35°C em boa parte das localidades.

Norte
Frente fria na Bahia organiza áreas de instabilidade sobre a região Norte e a previsão para esta terça é de pancadas de chuva em quase todas as localidades. Apesar das chuvas, o acumulado será baixo e não reverterá a estiagem registrada na maior parte dos Estados. Mesmo com a chuva na maior parte da região, o calor de mais de 35°C predomina.

Confira a previsão para os próximos dias

Sul
Quarta com tempo seco na região Sul. O frio da madrugada aumenta cada vez mais e a mínima varia entre 0°C e 2°C no alto da serra de Santa Catarina. À tarde, no entanto, a previsão é de calor em boa parte da região. Na quinta, o tempo ainda permanecerá seco e ensolarado no Sul. Na sexta, no entanto, áreas de instabilidade causam temporais sobre o Paraná e norte de Santa Catarina. O acumulado passa dos 60mm no oeste do Paraná. Entre 23 e 27 de outubro, a chuva passa a atingir boa parte da região Sul, com exceção do oeste do Rio Grande do Sul, que permanecerá com tempo seco. No extremo oeste gaúcho, a chuva voltará apenas por volta do dia 30 de outubro (mais de 15 dias com tempo seco).

Sudeste
Na quarta, a chuva atinge apenas o norte e parte do oeste de Minas Gerais, com acumulado que varia entre 20mm e 30mm nas áreas mais atingidas. Na maior parte do Sudeste, o sol predomina desde cedo. O frio da madrugada aumenta, com mínima que varia entre 3°C e 5°C na Serra da Mantiqueira, entre São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Já a temperatura máxima permanece elevada no oeste de Minas Gerais e de São Paulo e mais baixa nas áreas próximas do mar. Na quinta, a chuva isolada e com baixo acumulado atinge apenas o oeste e noroeste de Minas Gerais. Na sexta, além do oeste de Minas Gerais, volta a chover em boa parte do interior de São Paulo. Entre 23 e 27 de outubro, a chuva passa a atingir boa parte do Sudeste, com acumulado que passa dos 70mm na maior parte de Minas Gerais.

Centro-Oeste
Na quarta, as chuvas na forma de pancadas atingem boa parte de Goiás e de Mato Grosso, além do Distrito Federal. Com exceção do nordeste de Goiás, onde pode chover 20mm, nas demais áreas, não há previsão de grande acumulado. Em Mato Grosso do Sul, o tempo ainda permanece seco e ensolarado. O frio da madrugada diminui em Mato Grosso do Sul e o calor aumenta em toda a região. Na quinta, volta a chover no centro e oeste de Mato Grosso do Sul, além da persistência das precipitações sobre Goiás, Distrito Federal e Mato Grosso. Para variar, apesar da previsão de chuva em boa parte do Centro-Oeste, o acumulado será baixo. Apenas na sexta, finalmente há previsão de grande acumulado sobre o Mato Grosso do Sul, com acumulado variando entre 50mm e 60mm, especialmente no sul do Estado. Entre 23 e 27 de outubro, a previsão é de chuva em todo o Centro-Oeste, com destaque para o acumulado de mais de 50mm em partes de Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal.

Nordeste
Na quarta, a chuva atinge uma faixa que começa no litoral da Bahia e de Sergipe e avança na direção do centro e sul do Maranhão. Há previsão de chuvas fortes em boa parte da Bahia e sul do Piauí, com acumulado entre 20mm e mais de 60mm. Nas demais áreas, o acumulado será baixo. A temperatura máxima finalmente entra em declínio no sul da Bahia. Já no leste e norte do Nordeste, o sol e o calor predominam. Na quinta, a chuva atinge boa parte da região, com exceção do sul da Bahia e do leste e norte do Nordeste. Na sexta, novamente chove em boa parte da região. Alerta-se para o risco de intensos temporais em Salvador. Entre 23 e 27 de outubro, o tempo não muda e as chuvas na forma de pancadas atingem a maior parte da região. Apenas na costa norte do Nordeste o tempo permanece seco e quente.

Norte
Mais um dia com chuva de baixo acumulado na maior parte da região. Apenas no Acre, sudoeste do Amazonas e litoral do Pará e do Amapá, o risco de chuva é menor nesta quarta. O calor diminui, porém a sensação ainda será de abafamento na região Norte. Na quinta, a chuva atinge boa parte da região, com destaque para o acumulado entre 20mm e 30mm em Tocantins e no leste do Pará. Na sexta, a chuva prossegue, porém não há previsão de grandes acumulados. Entre os dias 23 e 27 de outubro, a chuva prossegue, mas a intensidade aumenta. O acumulado passa dos 100mm em partes do Tocantins e sudeste do Pará.
Tags:
Fonte: Somar Meteorologia

Nenhum comentário