Temperaturas amenas, vento e nebulosidade atingem região Sudeste nesta quinta

Publicado em 10/11/2010 15:26 e atualizado em 10/11/2010 17:14
456 exibições
No Rio de Janeiro e em grande parte de Minas, tempo fica fechado, com chuvas fortes durante o dia.
QUINTA, DIA 11

Sul
A massa de ar polar segue ganhando força e faz cada vez mais frio na quinta, o frio já abrange toda a região Sul. As temperaturas se aproximam do 0°C em cidades das serras e da campanha gaúcha, podendo gear. Nas demais áreas, as mínimas oscilam entre 5°C e 10°C. À tarde, o frio diminui, mas não faz calor: as temperaturas ficam em torno dos 20°C no leste e só passam dos 25°C no norte do Paraná. Não chove.

Sudeste
A frente fria avança pelo Sudeste e já chega ao Espírito Santo no fim do dia. O tempo fica fechado no Rio de Janeiro e em grande parte de Minas também, com chuvas fortes durante o dia. Na faixa leste de São Paulo, que inclui o litoral, a capital e o Vale do Paraíba, a nebulosidade fica alta por causa de ventos que sopram do oceano, o que deixa as temperaturas amenas. Nas demais áreas por onde o sistema já passou, o tempo abre, mas as temperaturas entram em queda por causa da entrada de uma massa de ar polar.

Centro-Oeste
A frente fria se afasta do continente e as pancadas no interior do país se tornam mais isoladas a partir de quinta. Chove em Goiás e no norte e leste do Mato Grosso. Nas demais áreas do Centro-Oeste, o tempo fica aberto e já faz calor à tarde. O início do dia, porém, é gelado na maior parte do Mato Grosso do Sul, com temperaturas abaixo dos 15°C.

Nordeste
Uma nova frente fria chega ao sul da Bahia nesta quinta. Este sistema, porém, chega mais fraco que os anteriores e não provoca temporais, apenas chuva moderada e isolada. Chuva fraca também atinge o litoral leste da região. Pancadas atingem o interior do Maranhão, do Piauí e do Ceará. Faz calor.

Norte
A atmosfera segue bastante instável em toda a região Norte, provocando chuvas isoladas em todo o território, com risco para temporais no oeste do Amazonas. A temperatura, nessa área, fica mais amena à tarde e, nas demais áreas, faz calor.

Confira a previsão para os próximos dias

Sul
A partir da sexta, o frio da manhã começa a diminuir e o risco de geadas fica restrito às cidades mais altas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Também volta a fazer calor, mas apenas à tarde, já que as manhãs ainda serão de temperaturas baixas, abaixo dos 15°C em toda a região e abaixo de 10°C em quase todo o Rio Grande do Sul. Só volta a chover na região Sul no fim de semana, entre o litoral norte do Rio Grande do Sul e o Paraná. As demais áreas só registram precipitação depois do feriado, quando uma nova frente fria passa pela região Sul.

Sudeste
Como a frente estaciona no Espírito Santo, o tempo não muda até o fim de semana: chove de forma mais organizada no norte de Minas e no Espírito Santo; o tempo fica encoberto na faixa leste de São Paulo e no Rio, com chuva fraca no Estado fluminense; pancadas de fim de tarde atingem as demais áreas de Minas e o noroeste de São Paulo; tempo seco nas demais áreas paulistas. O acumulado entre os dias 9 e 13 chega aos 100mm na região central de Minas.

Centro-Oeste
A chuva fica restrita ao Mato Grosso e a Goiás até o sábado, na forma de pancadas isoladas, preferencialmente no fim do dia, causadas pelo calor. Entre os dias 14 e 18 de novembro, chove nos três Estados, com acumulados de mais de 100mm nas áreas centrais do Mato Grosso e de Goiás, incluindo o Distrito Federal.

Nordeste
Entre a sexta e o domingo, a frente leva instabilidades para o sul e oeste da Bahia, mas continua chovendo de forma isolada e preferencialmente no fim da tarde. Pancadas também atingem o Maranhão e o Piauí. Não há previsão de chuvas nas demais áreas do Estado. Até o dia 18 de novembro, os acumulados ficam baixos em todo o Nordeste. Apenas entre os dias 19 e 23, volta a chover consideravelmente na região, devido a dois sistemas frontais que estacionam na Bahia. O acumulado no sul do Estado passa dos 100mm no período.

Norte
A chuva segue em toda a região. O acumulado, entre os dias 14 e 18 de novembro, passa dos 100mm em algumas áreas do Amazonas e do Pará.
Tags:
Fonte: Somar Meteorologia

Nenhum comentário