Semana começa com grande expectativa sobre o efeito do clima nas lavouras

Publicado em 15/02/2011 07:13 e atualizado em 15/02/2011 08:19 800 exibições
A semana começa com grande expectativa sobre o impacto do clima na colheita de soja e no plantio de milho em Mato Grosso. As previsões da Somar Meteorologia são de chuvas fortes em todo o estado até pelo menos no próximo sábado (19.02). O prazo da ‘janela’ ideal para a semeadura do milho segunda safra mato-grossense termina entre os dias 20 e 28 de fevereiro, dependendo da região.

“Se o clima ajudar, o plantio de milho vai deslanchar esta semana e o atraso percebido até agora poderá ser compensado”, observa o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja/MT), Glauber Silveira.

Até sexta-feira (11) da semana passada, 240 mil hectares de milho foram plantados, o que corresponde a 13,3% do total da área prevista para a safra 2010/2011. A semeadura está 35,8 pontos percentuais atrás dos números registrados em igual período da safra 2009/2010, conforme os dados de acompanhamento de plantio do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), divulgados nesta segunda-feira (14).

O Imea mantém a previsão de redução de 7% na área plantada de milho para este ano no estado, com 1,811 milhão de hectares. “Em função do atraso no plantio da soja por conta da estiagem no início da semeadura da oleaginosa, alguns produtores preferiram investir no plantio do algodão segunda safra, motivados pelos preços atrativos e pela incerteza de como seria o plantio de milho”, lembra o presidente da Aprosoja.

Soja – A colheita de soja em Mato Grosso avançou 4 pontos percentuais em relação à semana anterior, chegando a 11,3% no dia 11 de fevereiro de 2011, o que corresponde a um atraso de 13,9 pontos percentuais ante os 25,1% colhidos no mesmo período da safra 2009/2010. Essa diferença é consequência do clima, que no ano passado deu condições para que o plantio da oleaginosa fosse acelerado logo após o fim do vazio sanitário no estado.

A previsão é de que a área plantada de soja na safra 2010/2011 chegue a 6,413 milhões/ha ante os 6,217 milhões/ha da safra 2009/2010. O crescimento é de 3,2% e foi possível em função da conversão de áreas de pastagem em agricultura e da utilização de terras mais arenosas. A produção deverá sair de 18,814 milhões/t para 19,247 milhões/t.

Tags:
Fonte:
Aprosoja

0 comentário