Dilma tenta adiar votação do Novo Código Florestal por mais um mês

Publicado em 26/03/2012 12:04 e atualizado em 26/03/2012 12:41 777 exibições
Em reunião com ministros, a presidente Dilma Rousseff tenta articular contra mais uma derrota do governo no Congresso Nacional. Diante do fortalecimento de parte da base dos aliados em aprovar a emenda 164 do Novo Código Florestal, Dilma tem orientado o adiamento da votação por pelo menos um mês. Assim, o governo construiria maioria de votos para a aprovação do texto elaborado no Senado Federal.

A presidente reconhece, porém, que a tentativa pode não funcionar frente à pressão da base ruralista em Brasília. Contra isso, o governo dispõe de uma arma: o decreto presidencial que suspende a punição aos proprietários rurais. O vencimento dele é 11 de abril.

Frente Parlamentar da Agropecuária – O Ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro (PMDB-RS), entregou à Dilma a proposta defendida pelo relator do Código Florestal, Paulo Piau (PMDB-MG). Paulo, produtor rural e integrante da Frente Parlamentar da Agropecuária, defende que os produtores rurais não sejam obrigados a recuperar a vegetação de margens de rios na metragem estabelecida pelo texto aprovado pelo Senado. Dilma, por outro lado, desautorizou qualquer alteração no referido texto.

Por:
Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário