Código Florestal: Medidas provisórias deverão substituir o que for vetado

Publicado em 07/05/2012 11:12 1099 exibições
Os deputados federais que aprovaram o Código Florestal no último dia 25 de abril aceitaram a a edição de algumas medidas provisórias (MPs) para subsituir artigos que possam ser vetados pela presidente Dilma Rousseff. 

Na última da edição da Agrishow, que terminou nesta sexta-feira (4), o deputado Duarte Nogueira (PSDB-SP), disse que "há um consenso e é o melhor caminho finalizar esse projeto com uma discussão conjunta entre a Câmara, o Senado e o governo". 

Para alcançarem esse consenso, o senador Blairo Maggi (PR-MT) sugeriu que congressistas e o governo se reunissem para definir os últimos ajustes no novo Código Florestal. "É fundamental que essa reunião seja logo no começo da semana", disse Duarte Nogueira. 

O deputado afirmou ainda que as MPs que seriam editadas pela presidente poderiam tratar, além dos tópicos vetados, de assuntos que foram excluídos do projeto aprovado, como a preservação de nascentes e também o uso de água para irrigação. 
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário