Feijão irrigado: IBRAFE recomenda como diminuir o risco

Publicado em 04/04/2019 15:30
253 exibições
Ter um pivô de irrigação pode significar dor de cabeça este ano. Com a diminuição das áreas ocupadas para sementes de milho no Noroeste de Minas Gerais a primeira reação é que quem não tem escape terá que plantar Feijão. Mas há diferença em plantar Feijão-carioca ou outros. No Feijão-carioca o menor risco é planejar plantar cultivares que possam ser armazenadas arriscando encontrar um mercado melhor em 2020. O que plantar na terceira safra com risco menor? Quais Feijões? Para esta questão a que se considerar a região em que está implantado o pivô. Outro fator é buscar ter um contrato para plantio, afinal há um mercado promissor em algumas cultivares. Neste ano vários produtores já se beneficiaram na segunda safra por ter tido o cuidado de plantar com contrato. Algumas cultivares exportáveis, este ano, tem maior chance de ser a opção para o produtor, mas não todas. Se você é associado ao IBRAFE, entre em contato, pois há exportadores, também associados, que podem plantar em parceria com pelo menos 50% fixado.
Fonte: IBRAFE

Nenhum comentário