Feijão-carioca extra com raras ofertas

Publicado em 02/05/2019 15:30
354 exibições
Começam a ser confirmadas algumas perdas na produtividade da segunda safra de Feijões. Por razões diversas, mas principalmente em função do excesso de umidade e temperaturas mínimas baixas no Paraná, o tamanho da produção total está diminuindo. Em Minas Gerais, o excesso de umidade em solos doentes também pode contribuir para a diminuição da produtividade média. No entanto, haverá concentração de colheita em no máximo 15 dias. Neste momento, quem tem Feijão-carioca mais seco aproveita para negociar, principalmente no Paraná, onde lotes mais úmidos já chegam a ser negociados abaixo dos R$ 150 por saco. De maneira geral, há muita conversa e poucos negócios nos últimos dias.
Fonte: IBRAFE

Nenhum comentário