O bicho-papão se mudou para São Paulo?

Publicado em 03/09/2020 07:00 e atualizado em 09/09/2020 11:26 25 exibições

Após uma procura intensa em busca de Feijão-carioca em todas as regiões produtoras, ontem diminuiu um pouco a procura. Ainda assim, os níveis de até R$ 300 foram registrados em alguns casos com um pouco mais de prazo. O Feijão-preto vem mantendo um nível mais estável de preços e parte da estabilidade se deve ao fato que esta variedade não sofre ataques de especuladores criando factoides. Já está muito difícil encontrar um produtor que tenha estoque de Feijão-caupi no Mato Grosso ou mesmo em estados do Nordeste. Os preços estão batendo em até R$ 270 por Pingo de Ouro na Bahia. Se os compradores recuarem, os produtores podem estar certos que será temporário. Muito antes do final do mês haverá novas ondas de compradores. Para desmistificar: os compradores não têm possibilidade de combinarem quando entrar no mercado. É totalmente sem sentido este tipo de afirmação, uma vez que naturalmente eles precisam justamente entrar comprando quando há menos compradores. Assim, imaginar que poderiam cumprir com um compromisso de todos recuarem não faz sentido. Sobre a safra de São Paulo, alguns produtores ficaram com um pouco de dúvida ontem, pois falou-se que naquele estado haverá uma safra de 5 milhões de sacas. Balela, não entre nessa! A área total deverá ficar entre 30/35.000 e será colhida de forma não concentrada até o mês de janeiro.

Fonte:
IBRAFE

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário