Feijão, por Ibrafe: Cresce o volume de vendas com contrato

Publicado em 24/02/2021 09:28 144 exibições

Mercado calmo ontem novamente nas fontes. Produtores preferem esperar enquanto os compradores testam para comprar um pouco mais baixo. Seja no Feijão-rajado ou preto ou vermelho ou mungo, a segunda safra nunca teve tantos contratos celebrados entre produtores e exportadores ou empacotadores. Esta evolução contribui para o fortalecimento da figura do classificador ou dos corretores que encontram um novo nicho de negócios. Logo você também estará optando por este tipo de negócio, travando a venda, não ficando a mercê do mercado. Negócios com Feijões a termo têm acontecido com os filiados ao IBRAFE. Como 95% dos exportadores e a maioria dos maiores empacotadores também são Membros do IBRAFE Premier, isso facilita a interação entre eles. Quem quer estudar um contrato, basta se manifestar.

Fonte:
Ibrafe

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário