Ibrafe: Solidariedade sustenta demanda de Feijões comerciais

Publicado em 22/04/2021 10:01 46 exibições

Após ler o nosso comentário do dia 19 de abril sobre os descontos prometidos pelo Carrefour em alimentos básicos, alguns empacotadores que fazem parte do Clube Premier comentaram que têm observado que o canal que faz chegar o Feijão até o consumidor vem passando por uma mudança rápida. Ainda não é possível quantificar, mas as cestas básicas têm apresentado, mês a mês, um aumento substancial no volume de vendas.

Com Feijões comerciais abaixo de nota 7,5, sempre que possível entregam o que o momento exige, que é preço mais baixo ao consumidor. Este fenômeno vem encontrando sustentação além das formas tradicionais em que empresas fornecem, como parte complementar da remuneração dos seus colaboradores, o resultado da solidariedade. Estudos mostram que o brasileiro está, mais do que nunca, sensível à situação das pessoas mais vulneráveis.

A solidariedade tem sido incentivada de todas as formas e o resultado de uma pesquisa do DATAFOLHA mostra que 96% dos brasileiros querem ser mais solidários, porém apenas 27% efetivamente tem participado de ações solidárias. A doação de cestas básicas é a forma mais usual de participar deste movimento que já existia, mas que com a crise da pandemia tem-se observado um crescimento exponencial. Seja na área privada ou pública, basta uma consulta rápida no Google para termos ideia do potencial dessas inciativas. São centenas de milhares de cestas básicas que estão sendo distribuídas pelo Brasil afora. Em cada uma delas, no mínimo 1 quilo de Feijão está chegando nas mãos das pessoas que tem necessidades.

Fonte:
Ibrafe

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário