Custo de produção do suíno aumenta no RS por conta de quebra na safra de milho

Publicado em 30/01/2012 09:19 547 exibições
O começo de 2012 está complicado para os suinocultores do Rio Grande do Sul, que enfrentam uma recuo do preço da carne de porco e mais um aumento em seu custo de produção.

A estiagem que castiga o estado provocou uma severa quebra na produção de milho, que é um dos principais componentes da ração de suínos. De acordo com produtores da região, o preço pago por uma saca do cereal chega a R$ 31,00.

Diante dessa situação, os suinocultores gaúchos estão pedindo auxílio ao governo para que forneça o milho preços mais acessíveis. “Pelo menos consiga liberar o preço do milho que seja viável para tratar suínos, em torno de R$ 24,00”, calcula Laurindo Vier, vice-presidente da associação dos criadores de suínos.  

Segundo uma reportagem do G1 desta segunda-feira, a Conab está fornecendo milho dos estoques públicos para os criadores do RS. São 27 toneladas por mês para cada produtor, porém, segundo a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos afirma que essa quantidade é insuficiente para atender a demanda.

Carne - De acordo com os produtores, as férias escolares e também o verão contribuem para uma redução no consumo de carne de porco, fatores que contribuem para uma baixa nos preços.
Para os criadores gaúchos independentes, o quilo vivo do animal caiu 8% em relação à primeira quinzena de dezembro e chegou a R$ 2,35.

Com informações do Globo Rural.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário