Ministério da Justiça investiga fabricantes de laticínios por suspeita de formação de cartel no RS

Publicado em 02/04/2012 15:24 440 exibições
A Secretaria de Direito Econômico (SDE) do Ministério da Justiça vai investigar fabricantes de laticínios do Rio Grande do Sul por indícios de prática de cartel e preços predatórios no mercado de leite pasteurizado tipo C. O despacho informando a abertura de processo administrativo foi publicado nesta segunda, dia 2, no Diário Oficial da União.

A decisão foi tomada com base em investigação da Polícia Federal de Pelotas (RS). De acordo com o Ministério, no inquérito policial, a PF gravou reunião entre as empresas envolvidas, na qual preços de venda do leite tipo C foram combinados.

Os alvos da apuração, que são Elegê Alimentos (atual BRF Brasil Foods), Cooperativa Sul-Rio Grandense de Laticínios (Cosulati), Cooperativa dos Pequenos Agricultores e Produtores de Leite da Região Sul (Coopal), Indústria de Laticínios Santa Silvana, Thurmer & Leitzke, além de funcionários e dirigentes destas empresas, terão 30 dias para apresentar ao governo suas defesas. O Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do Estado do Rio Grande do Sul (Sindilat) também está sendo investigado devido aos indícios de participação nas condutas, conforme o órgão.
Tags:
Fonte:
Agência Brasil

0 comentário