Suínos: Acordo com Argentina segue travado

Publicado em 20/04/2012 12:14 384 exibições
O acordo para a retomada das exportações brasileiras de carne suína para a Argentina ainda não foi concretizado, contrariando a promessa feita na última terça-feira pelo ministro da Agricultura argentino, Norberto Yauhar. Segundo ele, o acerto para os embarques de uma cota mensal da ordem de 3 mil toneladas entraria em vigor ontem, 19.

Nesta sexta-feira, 20, estava previsto uma reunião entre o Ministro argentino e os importadores do país, entretanto, estes não foram convidados à reunião, o que indica a efetivação do acordo deve atrasar ainda mais.

O principal entrave para as negociações é a resistência do secretário de Comércio Interior da Argentina, Guillermo Moreno, que quer permitir apenas as compras de carne suína para a produção de embutidos de baixo custo - o que, na prática, inviabilizaria o acordo costurado pelos ministros, que prevê a retomada das exportações brasileiras de carne suína in natura.

Enquanto os negócios não se firmam, o ministro Mendes Ribeiro disse ontem que o Brasil poderá retaliar produtos provenientes da Argentina, caso o país não honre o acordo anunciado em março. "Nossa carne precisa ser liberada, senão vamos dificultar a entrada de produtos argentinos e não será bom para ninguém. Não é isso que a presidenta Dilma quer, mas queremos nosso comércio restabelecido", disse Mendes Ribeiro, no programa de rádio "Bom dia, Ministro".

Com informações do Valor Econômico.

Tags:
Por:
Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário