Publicidade

Menor oferta e custos de produção elevam preço do leite

Publicado em 14/12/2012 09:15 349 exibições
Boletim Custos e Preços mostra que captação na região Sul caiu 5% no acumulado do ano até outubro.
Os preços do litro de leite subiram em novembro na comparação com outubro, influenciados pela baixa oferta do produto motivada pela redução do volume de chuvas nas principais regiões produtoras, segundo o boletim Custos e Preços, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Em Goiás, o litro foi vendido a R$ 0,9451, aumento de 2,2% em relação a outubro. Em São Paulo, a alta foi de 1,1% para R$ 0,9238 por litro no período. Na região Sul, o índice de captação de leite caiu 5% no acumulado entre janeiro e outubro.
 
Também influenciou a alta dos preços do leite o aumento dos custos de produção em razão da elevação das cotações do milho e do farelo de soja, componentes da ração animal. Segundo o levantamento feito pela CNA, os preços do milho em Sorriso (MT) subiram 9,8% em novembro na comparação o mês anterior. Em Rio Verde (GO), a cotação subiu 15% entre outubro e novembro. Essas altas refletem o volume de exportação, que somou 16 milhões de toneladas no acumulado do ano, o que reduziu os estoques excedentes no mercado interno. A quebra de safra nos Estados Unidos estimulou as vendas externas do grão.
 
No caso da soja, a maioria dos preços recuou entre outubro e novembro, movimento influenciado pela perspectiva de entrada da nova safra brasileira, que deve ser recorde. No entanto, os preços praticados em novembro ficaram acima da cotação praticada em igual período de 2011. Em Unaí (MG), a desvalorização foi de 7,1% quando comparado com o mês de outubro. Em relação a novembro de 2011, os preços nesse município são 47,6% superiores.
 
CAFÉ – Além dos mercados de leite, milho e soja, a CNA avalia, no boletim, o cenário do feijão, algodão, arroz, cacau, boi e café. Para esse último produto, a tendência é de baixa de preços nos mercados interno e externo. Na avaliação da Superintendência Técnica da CNA, a crise econômica reduziu a demanda por café, principalmente nos Estados Unidos e na Europa. Em novembro, o preço da saca em Luís Eduardo Magalhães (BA) caiu 6,1% para R$ 332,94, na comparação com outubro.
Tags:
Fonte:
CNA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário