Aumento de preços abaixo da inflação beneficia consumidores e cadeia produtiva do leite

Publicado em 26/02/2013 11:42 596 exibições
O ano de 2012 foi positivo para toda a cadeia produtiva de lácteos e seus consumidores. Esta é a conclusão de um estudo da Leite Brasil, associação que representa os produtores nacionais, que acaba de divulgar o balanço anual do segmento no País.

O estudo mostra que a produção de leite industrializado cresceu 5% no Brasil em relação a 2011, alcançando 24 bilhões de litros. A produção total de leite também cresceu cerca de 3% e a expectativa é de que esse crescimento se mantenha. “A produção total de leite em 2013 deve chegar 34 bilhões de litros, mantendo o país na terceira posição do ranking mundial, atrás dos Estados Unidos e Índia”, afirma Jorge Rubez, presidente da Leite Brasil.

Segundo a pesquisa, o consumo per capita de leite teve alta de 3%, saltando de 173 litros/hab ano em 2011 para 177 litros/hab em 2012. “Mantendo esse ritmo nossa previsão é chegar a 181 litros/hab em 2013. A meta para daqui cinco anos é aproximar-se do recomendado pelo Guia Alimentar do Ministério da Saúde que é de aproximadamente 200 litros/hab equivalente em litros de leite”, afirma o executivo.

Para a entidade, o ano de 2012 foi benéfico para toda a cadeia já que o cenário foi positivo também para o consumidor. De acordo com o estudo, o aumento do leite longa vida foi de 1,8% (referência a cidade de São Paulo) em 2012, bem abaixo da inflação IPCA calculada pelo IBGE no período, que foi 5,84%.

Outro número que anima o presidente da Leite Brasil é a queda no consumo de leite informal no País em 2012 e que deve se manter para 2013. “É preciso conscientizar cada vez mais as pessoas para os riscos à saúde envolvidos no consumo de leite e derivados sem inspeção. Vamos trabalhar ainda mais para que um maior volume de leite entre para a formalidade”, completa.

Clique aqui para ampliar!

Tags:
Fonte:
Leite Brasil

0 comentário