Desafio da avicultura é exportar carne de frango processada

Publicado em 04/06/2013 16:11 519 exibições

Os números da avicultura brasileira mostram o bom momento do setor. Atualmente, somos o maior exportador de carne de frango do mundo e a produção nacional é a terceira maior do ranking mundial. Entretanto, muitos desafios precisam ser superados, como a necessidade do aumento das vendas internacionais de carne de frango processada.  O atual panorama e as perspectivas da avicultura de corte no Brasil e no Mundo foram os assuntos abordados pelo presidente executivo da União Brasileira de Avicultura (Ubabef), Francisco Turra, durante o 1º Encontro Tecnológico da Avicultura, na manhã desta terça-feira (4).

 Segundo o palestrante, as exportações brasileiras de carne de frango somaram 3,9 milhões de toneladas em 2012, sendo que, deste total, apenas 5% eram de carne de frango processada, ou seja, apenas 180 mil toneladas. ”O caminho para o Brasil e a meta da Ubabef é exportar maior volume de carne processada, que é mais valorizada que a carne in natura”, complementa Turra.

Na avaliação do palestrante, para melhorar o desempenho nos próximos anos o setor precisa superar problemas como a infraestrutura, a falta de mão-de-obra qualificada e os custos de produção. “O atual custo de produção no Brasil é de US$ 1,15 por quilo vivo produzido, muito próximo do que é gasto nos Estados Unidos, que é US$ 1,20 por quilo vivo. Entretanto, o Brasil gasta muito mais com o frete”, salientou o palestrante.

Positivamente, o representante do setor afirmou que o agronegócio é responsável por 37% dos empregos gerados no Brasil. Só o setor da avicultura emprega 720 mil pessoas de forma direta, gerando 3,5 milhões de empregos indiretos, acima do que é verificado na indústria automobilística.

No ano passando, as exportações brasileiras resultaram em receita de US$ 242 bilhões. Do total vendido a outros países, 36,1% referem-se ao agronegócio, ou seja, US$ 95,8 bilhões. Desse total, a avicultura responde por 3%, ou US$ 8,36 bilhões.

Em relação à produção nacional, Turra considera que em 1950 praticamente não existiam registros de produção industrial de frango no país. Já em 1986, a produção brasileira girava em torno de 1,6 milhão de toneladas de carne de frango. Em 2000, a produção, segundo a Ubabef, atingiu 5,9 milhões de toneladas e em 2012 alcançou os 12,6 milhões de toneladas em 2012. Do total produzido, dois terços ficam no mercado interno e apenas um terço é exportado.

 Avicultura no MS

“A avicultura no MS tem excelentes chances de crescimento graças à disponibilidade de grãos, ao contrário do que vemos nos Estados do Sul, onde os avicultores precisam comprar milho e soja de outras regiões, encarecendo o frete”, afirma Turra. Informações do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e do Comércio (MDIC) mostram que, em 2012, o MS produziu 124,9 mil toneladas de carne de frango, respondendo pro 3,2% da produção nacional, ficando no 8º lugar entre os principais estados produtores. Para Turra, esta situação tende a mudar nos próximos cinco anos.

O 1º Encontro Tecnológico da Avicultura no MS é promovido pelo Sistema Famasul e organizados pela Associação dos Avicultores de MS (Avimasul) e pelo Fundo Privado de Sanidade Avícola (Fuprisa). Para mais informações, acesse:  http://famasul.com.br/avicultura/index.php

Tags:
Fonte:
Famasul

0 comentário