Suínos: Alta nos embarques e menor oferta elevam cotações internas

Publicado em 09/08/2013 10:03
308 exibições

Os embarques de carne suína voltaram a subir em julho – 26,8% frente a junho e 15,7% em relação a julho/12 –, totalizando 43,5 mil toneladas e mostrando sinais de recuperação do setor. A melhora nas vendas externas, favorecida pela retomada das compras da Ucrânia, alivia parte dos estoques que vinha se acumulando nas câmaras de frigoríficos nacionais. Segundo pesquisadores do Cepea, esse fator somado à menor oferta de animais para abate em algumas regiões têm elevado as cotações internas do suíno vivo e da carne. O movimento de alta começou no final de julho em algumas regiões, com os aumentos mais expressivos ocorrendo nos mercados independentes de São Paulo e de Minas Gerais. A oferta de animais com peso ideal para abate está restrita, porque, quando os preços do suíno vivo estavam em queda, produtores de São Paulo tiveram que vender quantidade maior de suínos para fazer caixa. Neste momento, os animais que continuam nas granjas ainda estão leves, limitando o volume ofertado.

Tags:
Fonte: Cepea

Nenhum comentário