Carne Suína: Brasil exportou 52.341 toneladas em agosto e 343.293 t no acumulado do ano

Publicado em 10/09/2013 14:18
301 exibições
Rússia, Hong Kong e Ucrânia são os principais mercados em 2013

O Brasil exportou 52.341 toneladas de carne suína em agosto, queda de 4,34% em relação ao mesmo mês de 2012. A receita, de US$ 132,85 milhões, caiu 1,17%, enquanto o preço médio aumentou 3,31% na comparação com agosto do ano passado. No acumulado do ano, as vendas externas atingiram 343.293 toneladas, redução de 6,66% ante igual período do ano passado, com receita de US$ 889, 25 milhões, queda de 4,40%.

Expectativa otimista - A queda nas vendas, em agosto, em relação ao mesmo período de 2012, se deve, principalmente, a problemas operacionais e não a dificuldades de mercados, diz o diretor de mercado interno da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (ABIPECS), Jurandi Soares Machado. Ele comenta que houve atrasos nos navios que levaram a carne suína para Hong Kong. A expectativa para o restante do ano é otimista, afirma. O setor já tem informações de que estão aumentando os embarques em setembro.

Em 2013, Rússia, Hong Kong e Ucrânia, principais mercados - A Rússia se manteve como o principal destino da carne suína brasileira, com participação de 27,65% nas exportações no ano, seguida por Hong Kong, com 23,68%, e Ucrânia, com 13,64%. Essa mesma sequência ocorreu na receita: a Rússia, em primeiro lugar, com participação de 31,36% no faturamento, Hong Kong, com 22,11%, e Ucrânia, com 14,85%.  

Em agosto, Ucrânia e Rússia - Em agosto, a Ucrânia liderou o ranking e respondeu por 24,31% das exportações, enquanto a Rússia ficou em segundo lugar, com 23,85%. Com relação ao faturamento, em agosto, a Rússia respondeu por 29,15%, e a Ucrânia, por 26,58%.

Vendas para a Rússia subiram 16% no ano – As exportações para a Rússia foram de 94.936 toneladas no acumulado do ano (US$ 278,87 milhões), aumento de 16,02% e de 18,20% em valor ante igual intervalo de 2012. Em agosto, os embarques para os russos caíram 12,36% em volume (12.481 t) e aumentaram 1,63% em receita, na comparação com agosto do ano passado.

Ucrânia, queda de 43,74% no volume, de janeiro a agosto – Para o mercado da Ucrânia, que esteve fechado em boa parte do primeiro semestre deste ano, a queda nas vendas foi de 43,74% em toneladas, de janeiro a agosto (46.823 t), na comparação com o mesmo intervalo de 2012. Já em agosto, as vendas subiram 8,96% (12.724 t) e 25,68% em valor (US$ 35,31 milhões).

Hong Kong: em 2013, queda de 1,81% em volume – As vendas para Hong Kong somaram 81.276 t no acumulado do ano, queda de 1,81% ante o mesmo período de 2012. Em agosto, a queda foi maior, de 14,14% (8.891 t) e 16,46% em receita (US$ 20,53 milhões).

Principais destinos em agosto:
1º Ucrânia - 12.724 toneladas - 24,31%
2º Rússia - 12.481 toneladas - 23,85%
3º Hong Kong - 8.891 t – 16,99%
4º Angola - 7.001 t - 13,38%
5º Cingapura – 2.401 t - 4,59%
 

Principais destinos em 2013:
1º Rússia  - 94.936 toneladas - 27,65%
2º Hong Kong - 81.276 toneladas - 23,68%
3º Ucrânia - 46.823 t - 13,64%
4º Angola - 29.676 t - 8,64%
5º Cingapura – 18.887 t - 5,50%
 
De janeiro a agosto, os estados que mais venderam carne suína para o exterior foram: Santa Catarina (117.209 t), Rio Grande do Sul (104.902 t), Goiás (49.098 t), Minas Gerais (30.713 t), Mato Grosso do Sul (9.329 t).

Tags:
Fonte: ABIPECS

0 comentário