As lições da Nova Zelândia na produção de leite

Publicado em 13/09/2013 09:55
353 exibições

Ao nascer, a vaca leiteira traz nos genes a garantia de que produzirá em alta qualidade. Para facilitar o manejo, uma só pessoa é capaz de ordenhar até 400 animais por hora. Do leite produzido, 95% é processado para exportação, com preço atraente. É esse o retrato que se faz da Nova Zelândia quando o tema é a produção láctea.

Ao unir genética, tecnologia e planejamento, o país criou um sistema eficiente, que permite gastar pouco e lucrar muito. E a fórmula do sucesso não é secreta. O maior exportador de produtos lácteos do mundo quer compartilhar as lições, inclusive com o Rio Grande do Sul, às voltas com um dos maiores escândalos de fraude no setor.

Leia a íntegra no Zero Hora

Tags:
Fonte: Zero Hora

0 comentário