ABIPECS: Exportações de carne suína totalizaram 52 mil t em outubro

Publicado em 14/11/2013 08:52 415 exibições

As previsões da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs) se confirmaram: as exportações de carne suína, em outubro, somaram 52 mil toneladas. Mesmo que a média de vendas externas, nos últimos três meses do ano, se mantenha em torno de 50 mil t, 2013 não deverá terminar com um resultado acima de 540 mil t. 

“O setor avalia positivamente o resultado obtido com as vendas externas no acumulado do ano, levando-se em conta que no primeiro semestre houve o fechamento do mercado da Ucrânia por cerca de três meses – de março a maio. Os estoques remanescentes foram exportados em junho e julho. O mercado externo permanece comprador, mas a menor oferta interna tem impedido o fechamento de volumes maiores. As exportações, em outubro, sinalizaram certa recuperação do que se deixou de vender no primeiro semestre. Além disso, o preço médio subiu 1,83% (US$ 2.744 a tonelada), em relação a outubro de 2012 (US$ 2.695)”, diz Rui Eduardo Saldanha Vargas, presidente da Abipecs.

De janeiro a outubro, o Brasil exportou 441.311 t, queda de 9,93% ante o mesmo período de 2012 (489.972 t), com uma receita de US$ 1,16 bilhão, inferior em 7,86% na comparação com o mesmo intervalo do ano passado (US$ 1,25 bilhão).

Na retração de 15,74% das exportações de outubro, frente ao mesmo mês de 2012, pesou a queda de 54% nos embarques para a Ucrânia, um dos principais mercados para a carne suína brasileira. O Brasil vendeu para aquele país apenas 7.859 t, em relação a 17.083 t em outubro de 2012.

Os principais destinos das vendas, em outubro, foram Rússia, com 11.659 t, crescimento de 7,76% na comparação com o mesmo mês de 2012; Hong Kong, com 11.096 t, aumento de 0,98%; Ucrânia, com 7.859 t, queda de 54%; Angola, com 5.332, retração de 4,58% na comparação com outubro do ano passado; e Venezuela, com 3.506 t, encolhimento de 31,96%.

O preço médio, no acumulado do ano, aumentou 2,31%, passando de US$ 2.560 para US$ 2.619.

Os principais estados exportadores, no acumulado ano, são Santa Catarina (146.497 t); Rio Grande do Sul (141.106 t); Goiás (59.232 t); Minas Gerais (40.092 t); Paraná (35.367 t) e Mato Grosso do Sul (12.252 t).

Tags:
Fonte:
Abipecs

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário