Preço pago pelo quilo do suíno tem queda no Rio Grande do Sul

Publicado em 22/04/2014 15:13 295 exibições

ESTADO - A Pesquisa Semanal da Cotação do Suíno, milho e farelo de soja no Rio Grande do Sul, realizada hoje (22), apontou queda de R$ 0,05 no preço pago pelo quilo do suíno vivo ao produtor independente no Estado, ficando em R$ 3,48.

De acordo com o vice-presidente da Associação de Criadores de Suínos - ACSURS, Mauro Gobbi, a queda no preço deu-se em função da diminuição do abate de animais, que ocorreu por causa dos feriados. A tendência, no entanto, segundo Gobbi, é que a partir de maio haja um aquecimento no preço, já que a perspectiva é de aumento das exportações à Rússia.

O valor dos insumos subiu. O milho ficou em R$ 27,12 a saca de 60 quilos (anterior R$ 27) e o farelo de soja ficou em R$ 1.107,50 para pagamento à vista (anterior R$ 1.076,25) e em R$ 1.113,75 com 30 dias de prazo (anterior R$ 1.085,00).
 
Agroindústrias e cooperativas

O preço médio do suíno agroindustrial (integrado) ficou em R$ 2,90. As agroindústrias e cooperativas apresentaram as seguintes cotações: Cotrel R$ 3,00; Cosuel/Dália Alimentos R$ 2,87; Cotrijuí R$ 2,85; Cooperativa Languiru R$ 2,85; Cooperativa Majestade R$ 2,90; Ouro do Sul R$ 3,00; Alibem R$ 2,90; BRF R$ 2,90; JBS R$ 2,90; e Pamplona R$ 2,90.

Tags:
Fonte:
ACSURS

0 comentário