Proibição de Avermectinas não atinge cadeia de aves e suínos no Brasil

Publicado em 25/06/2014 15:10 289 exibições

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou a Instrução Normativa Nº 13 de 29 de maio de 2014 que proíbe a comercialização e o uso das lactonas cíclicas (Avermectinas) de longa ação e não todas as Avermectinas as avermectinas com períodos de carência de até 42 dias continuam liberadas.

No entanto, a medida não deve afetar a cadeia de aves e suínos brasileiras, de acordo com o pesquisador Luizinho Caron, chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Suínos e Aves. "A IN Nº 13 afeta basicamente bovídeos, pois não são utilizadas em suinocultura ou mesmo avicultura. A medida foi tomada pelo MAPA devido a detecção de resíduo de Avermectinas pelos importadores de carne bovina brasileiros. No entanto sabemos que a norma causou polêmica no setor", explica.

Leia a notícia na íntegra no site Avicultura Industrial.

Tags:
Fonte:
Avicultura Industrial

0 comentário