Ajustes no plantel e maior participação no mercado internacional voltam a viabilizar produção de suínos no Paraná

Publicado em 01/07/2014 09:26 196 exibições

A suinocultura paranaense espantou a crise dos últimos anos e começa uma retomada. Com plantel estável e aumento na demanda internacional, a carne está valorizada. As cotações do suíno de raça subiram 22% em um ano e no patamar acima de R$3 por quilo voltam a viabilizar a atividade no estado. Otimistas, os produtores retomam investimentos e traçam um prognóstico favorável para o resto do ano.

Após um período de desvalorização no ano passado, os suinocultores reduziram a produção, o que colaborou para estabilizar o rebanho estadual em 5,6 milhões de animais. “Desde 2012, muitas matrizes foram descartadas e não houve reposição. Temos uma situação de oferta e demanda bem ajustada e os preços estão bons”, indica o vice-presidente administrativo da Associação Paranaense de Suinocultores (APS), Jacir Dariva.

Leia a notícia na íntegra no site Gazeta do Povo

Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário