Frango: Exportações para a Rússia superam 30 mil toneladas em outubro

Publicado em 19/11/2014 11:10 59 exibições
Venezuela e China ajudam a manter o ritmo de elevação dos embarques do setor

O ritmo dos embarques de carne de frango para a Rússia continua crescente em 2014.  De acordo com números levantados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), as exportações para o país do leste europeu chegaram a 33,61 mil toneladas em outubro, resultado 60,2% maior em relação a setembro deste ano e 455,7% na comparação com outubro de 2013.  Com este desempenho, a receita dos embarques atingiram US$ 75,61 milhões, dado 46,3% maior que o registrado em setembro e 305,2% acima do obtido no décimo mês do ano passado.

No acumulado do ano, foram embarcadas para a Rússia 92,59 mil toneladas entre janeiro e outubro, número 135,8% maior em relação ao total exportado no mesmo período de 2013.  Em receita, o aumento foi de 111%, com US$ 237,95 milhões.

“A Rússia se consolidou como uma das melhores oportunidades de mercado para os exportadores de frango em 2014.  A expectativa é que o resultado de novembro mantenha o ritmo obtido neste mês”, destaca o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra.

A Venezuela é outro mercado para a carne de frango brasileira que se destacou no mês de outubro. Com a retomada nos níveis dos embarques em relação a setembro, o país importou 20,26 mil toneladas em outubro, ante 1,87 mil toneladas do mês anterior.  Com isto, as exportações venezuelanas geraram receita de US$ 41,99 milhões (contra US$ 3,61 milhões de setembro).

Nos últimos 10 meses, o mercado venezuelano foi responsável pelos embarques de 180,79 mil toneladas, volume 54,1% maior na comparação com o mesmo período do ano passado. Em receita, foram US$ 382,62 no mesmo período, resultado 54,9% superior ao número registrado em 2013.
“Tivemos uma breve redução nos embarques durante o mês de setembro, os quais voltaram com força agora em outubro”, destaca o vice-presidente de aves, Ricardo Santin.

Já para a China, o ritmo dos embarques permanece em alta.  Para este mercado – que ainda vive os efeitos de elevação resultante da habilitação de mais cinco plantas neste ano – houve crescimento de 11% na comparação entre outubro deste ano e do ano passado, atingindo 20,41 mil toneladas. No acumulado do ano, o ritmo dos embarques para o mercado chinês acumula alta de 19,3%, chegando a 188,91 mil toneladas entre janeiro e outubro deste ano.

Saldo Geral – Conforme os levantamentos da ABPA, a receita das exportações de carne de frango (considerando produtos inteiros, cortes, processados e salgados) registraram em outubro crescimento de 9% em relação ao mesmo mês do ano passado, totalizando US$ 742,38 milhões.  Em volume, a elevação foi de 1,9%, chegando a 362,18 mil toneladas.

Considerando o resultado acumulado entre janeiro e outubro, houve incremento de 3,3% em volumes, com 3,32 milhões de toneladas embarcadas.  Com este desempenho, a receita do setor totalizou US$ 6,62 bilhões, dado 0,7% menor em relação ao ano passado.

Na avaliação por produto, os cortes se mantiveram como principal produto da pauta exportadora de carne de frango, com 1,84 milhão de toneladas embarcadas entre janeiro e outubro deste ano, volume 6,9% maior em relação ao mesmo período do ano passado.  Em segundo lugar, os embarques de produtos inteiros totalizaram 1,19 milhão toneladas (-1,9%).  Carnes salgas, com 156,67 mil toneladas (-0,1%) e industrializados, com 131,08 mil toneladas (6,9%) completam a lista.

Considerando os levantamentos por região nos dez meses de 2014, o Oriente Médio seguiu como principal mercado para os exportadores de carne de frango do Brasil, com 1,14 milhão de toneladas embarcadas, resultado 5,7% menor em relação ao mesmo período do ano passado.  Em segundo lugar ficou a Ásia, com 990,17 mil toneladas exportadas no período (+7,3%).  A África, terceiro maior destino, importou 423,17 mil toneladas (-3,6%).  Na quarta posição, a União europeia foi responsável pelos embarques de 346,62 mil toneladas (-1%).  Já os países das Américas, no quinto posto, importaram 295,46 mil toneladas (+36,4).  Para os países da Europa extra-União Europeia foram embarcadas 125,79 mil toneladas (63,9%).  Finalizando a lista, os países da Oceania importaram 1,96 mil toneladas (28%).
 
Cinco maiores mercados em participação no ano de 2014:

JAN-OUT 14                        PARTICIPAÇÃO


1.    ARABIA SAUDITA       541,71 mil toneladas          16,3%

2.    JAPAO                        347,54 mil toneladas          10,4%

3.    UNIÃO EUROPÉIA       346,62 mil toneladas          10,4%

4.    HONG KONG                264,52 mil toneladas          8,0%

5.    EMIRADOS ARABES    213,04 mil toneladas          6,4%

Tags:
Fonte:
ABPA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário