Em Minas Gerais, maior frigorífico de suínos é de produtores independentes

Publicado em 14/09/2016 14:57
973 exibições
Criada em julho de 1995, a Saudali Alimentos abate 2 mil animais por dia e comercializa mais de 200 produtos em 17 estados do país

No início dos anos de 1990, o Vale do Ipiranga, em Minas Gerais, era um polo produtor de cana de açúcar. Com a crise gerada ao longo do governo do então presidente Fernando Collor de Mello, muitos produtores deixaram a atividade. Sem vocação para o café e outras culturas, a suinocultura foi a atividade escolhida para voltar a gerar renda na região.

Em 1995, um grupo de 52 produtores teve a ideia de criar um frigorífico. Foi aí que nasceu a Saudali Alimentos, uma das maiores empresas de suíno do estado. Localizada em Ponte Nova, a empresa abate 2 mil animais por dia, gera mais de 1,1 mil empregos e produz cerca de 200 produtos (industrializados, embutidos e in natura), que são enviados para mais de 12 mil pontos de venda em 17 estados diferentes.

A empresa, uma sociedade anônima, conta atualmente com 39 acionistas. Todos são suinocultores independentes da região. Estes acionistas têm cotas diferentes, determinadas de acordo com o aporte financeiro investido na empresa e com a quantidade de animais que são entregues. Toda a matéria-prima da Saudali Alimentos vem das granjas dos acionistas. Nada é comprado de fora.

Leia a notícia na íntegra no site Gazeta do Povo

 

Fonte: Gazeta do Povo

Nenhum comentário