Suínos: Exportações elevadas reduzem oferta doméstica e impulsionam preços

Publicado em 08/12/2016 10:16
38 exibições

As exportações brasileiras de carne suína in natura aumentaram 9,5% em novembro, em relação ao mês anterior, totalizando 58,3 mil toneladas. Conforme pesquisadores do Cepea, os maiores embarques contribuíram para reduzir a disponibilidade interna, amenizando os efeitos da baixa liquidez no atacado e elevando as cotações.

Além disso, a oferta restrita de animais para abate no mercado independente reforça os aumentos nos preços do vivo e da carne. Entre 30 de novembro de 7 de dezembro, a carcaça especial se valorizou 8,2% no atacado da Grande São Paulo, com o quilo negociado na média a R$ 7,11 nessa quarta-feira, 7.

Para a carcaça comum, a alta foi de 5,8% no período, com média de R$ 6,49 na quarta. O preço pago ao suinocultor no mercado independente também sobe. No Sudeste, o aumento foi de 3,2% para a região SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba), com o quilo negociado na média de R$ 4,43 nessa quarta, 7. 

Fonte: Cepea

0 comentário