Frango Vivo: Mercado encerra mais uma semana com preços estáveis nesta 6ª feira

Publicado em 23/12/2016 17:18
63 exibições

Nesta sexta-feira (23), o mercado de frango vivo encerrou com estabilidade nas principais praças de comercialização. Em muitas regiões, não houve negócios devido ao recesso de final de ano. Com isso, em toda a semana não foram registradas modificações de preços, após os recuos da anterior. São Paulo segue com negócios a R$ 3,00 pelo quilo e em Minas Gerais a R$ 3,30 por quilo.  

O Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) aponta que a comercialização acabou sendo atrapalhada pela venda de aves natalinas no período. Com isso, não há tendência de recuperação nos próximos dias. “Agentes do setor não têm expectativa de melhora nas vendas no curto prazo, já que o mercado deve ficar ainda mais lento nas próximas semanas”, aponta o boletim do Centro.

Diante desse cenário, a Scot Consultoria explica que dentre as proteínas mais consumidas no país, apenas a carne de frango registrou recuos também no atacado. “Este, que é considerado um produto concorrente e normalmente ganha espaço em tempos de crise, teve desvalorização três vezes maior no intervalo”, explica a consultoria.

Apesar do momento de lentidão enfrentado no último bimestre, as expectativas são positivas para 2017. O analista da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, explica que registrar melhora nos embarques de carne de frango, alavancados pelo câmbio. Além disso, os casos de gripe aviária em importantes países produtores, também podem alavancar as vendas externas, visto que não há casos registrados da doença no Brasil.

No Brasil, a aposta fica com a recuperação de preços, com a redução da produção e das dificuldades enfrentadas nos últimos meses pelo setor. . “Os custos devem permanecer elevados, fazendo com que o controle de oferta seja uma necessidade primária para que o setor consiga a maior rentabilidade possível”, sinaliza Iglesias.

Exportações

Além disso, os embarques de carne de frango in natura vêm registrando ritmo lento, segundo dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) na segunda-feira. Até a terceira semana de dezembro, as exportações chegaram a 171,8 mil toneladas, com média diária de 14,3 mil toneladas.

Com esse volume diário, os embarques registram piora de 2,2% aos dados de novembro, enquanto que em relação ao mesmo período de 2015, queda de 13%. Em receita, a soma chega a US$ 261,5 milhões, sendo o valor por tonelada em US$ 1.522,3.

» Clique e confira a cotação na íntegra para o frango

Por: Sandy Quintans
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário