Espírito Santo realiza operações de compra de milho via transporte ferroviário

Publicado em 29/12/2016 07:39
59 exibições

Um antigo sonho dos setores de avicultura e suinocultura capixabas volta a ser viabilizado no Estado, o Espírito Santo dá início a operações de compra de milho para transporte via modal ferroviário.

 A iniciativa tem envolvimento do Governo do Estado, alfândega da Companhia Docas do Espírito Santo (CODESA), Associação dos Avicultores do Estado do Espírito Santo (AVES) e Associação de Suinocultores do Espírito Santo (ASES).

A operação é realizada por intermédio de uma empresa (Trading), que viabiliza a compra do grão e a entrega no local especificado. Este milho é oriundo da região do Mato Grosso. Pelo que se tem de informação duas empresas firmaram contratos nos últimos meses com produtores do Espírito Santo, entregando já mais de 60.000 toneladas do grão no período de julho a dezembro de 2016. As cargas são fracionadas em lotes de 7.000 ton. Num primeiro momento a carga segue do mato Grosso até Araguari - MG via transporte rodoviário, e em seguida segue para o Espírito Santo via modal ferroviário.

A maior parte desse volume até  o momento foi descarregado no Porto de Tubarão. Recentemente iniciaram as descargas no Porto de Capuaba com o objetivo de verificar como fluiria o processo.

O custo do frete tem sido um atrativo em comparação ao transporte rodoviário da operação. Enquanto se paga um frete de R$ 80,00 por ferrovia, paga-se em torno de R$ 160,00 por rodovia, 50% a mais. Segundo informações de representantes das tradings, existem ainda gargalos de custos operacionais nos portos, hoje existe uma diferença de R$ 25,00 por tonelada pra operacionalização das cargas.

Leia a notícia na íntegra no site Suinocultura Industrial.

Fonte: Suinocultura Industrial

Nenhum comentário