Suíno vivo: Seguindo outros estados cotação recuo no Paraná

Publicado em 04/01/2017 17:26
78 exibições

Nesta quarta (4) a cotação do suíno vivo no Paraná fechou em queda seguindo a tendência de outros estados, como: São Paulo, Santa Catarina e Minas Gerais.

Segundo informações da APS (Associação Paranaense dos Suinocultores), o preço recuo 0,24% desde o último fechamento, saindo de R$ 4,20/kg para R$ 4,19/kg.

As baixas já eram esperadas pelo setor, já que historicamente o consumo de carne suína é fraco nos primeiros meses do ano. Contudo, produtores e associações apostam na recuperação da cadeia em 2017 com recuo nos custos de produção.

Em 2016 suinocultores enfrentaram baixos preços da carne e os elevados custos de produção. O analista de Safras & Mercado, Allan Maia, destaca que os preços dos principais insumos utilizados na alimentação animal apresentaram forte curva ascendente já no início do ano passado, deteriorando as margens operacionais. “O quadro contribuiu para o abandono da atividade por parte de muitos produtores, especialmente por aqueles que possuem uma estrutura de custos mais fragilizada”, comenta.

Exportações 2016

As estatísticas mostram que as exportações de carne suína in natura em 2016 cresceram 40,5% [para 611,3 mil toneladas], enquanto a receita aumentou 7,1% - US$ 1,252 bilhão -. O recuo se deve à queda de 23,7% no preço médio do produto.

>> Confira a cotação completa do suíno.

Por:
Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário