China luta contra peste suína africana, conforme reporta 50º caso da doença

Publicado em 05/11/2018 14:41
56 exibições

LOGO REUTERS

Por Dominique Patton e Hallie Gu

PEQUIM (Reuters) - A China confirmou um novo caso de peste suína africana nesta segunda-feira, na província de Hunan, registrando o 50º foco da doença altamente contagiosa no maior produtor de carne suína do mundo.

A doença, que pode ser fatal para porcos e não tem vacina, atingiu 14 províncias e municípios chineses desde que foi detectada pela primeira vez no começo de agosto.

A maior parte dos casos recentes foram registrados no sul do país, a região com o maior consumo per capita de carne suína da China.

O Ministério de Agricultura da China disse que o último caso foi diagnosticado em uma pequena fazenda com 119 porcos no condado de Baojing, próximo da fronteira com Chongqing. O foco foi visto depois de mais dois casos serem reportados durante o fim de semana, sendo um em Chongqing.

A China ligou a alimentação dos porcos com resíduos de cozinhas aos primeiros casos de peste suína nos últimos meses, mas não apresentou uma causa para os surtos mais recentes.

Analistas disseram que o setor de ração do país pode ter sido contaminado, sugerindo que os riscos de que a doença continue a se espalhar rapidamente são grandes.

"É provável que a fonte da contaminação sejam os produtos de ração. A situação do surto é muito grave", disse Yao Guiling, analista da consultoria China-America Commodity Data Analytics.

Pequim proibiu o uso de resíduos de cozinha como alimento para os porcos, intensificou os controles de animais vivos e ordenou que os abatedouros processando animais doentes fossem repreendidos dentre esforços voltados para o controle da disseminação da doença.

(Por Dominique Patton e Hallie Gu)

Tags:
Fonte: Reuters

Nenhum comentário