Suínos: China, Hong Kong e Rússia impulsionam exportações

Publicado em 11/04/2019 10:06
173 exibições

As exportações brasileiras de produtos suinícolas seguiram aquecidas em março, com o volume total escoado ao front externo registrando avanço de 1,8% frente ao mês anterior, segundo dados da Secex. Levantamento do Cepea apontou que esse desempenho está atrelado, principalmente, às maiores compras feitas por parte dos três principais parceiros comerciais do Brasil neste mercado: China, Hong Kong e Rússia – juntos, estes destinos responderam por 60% das vendas feitas pelo País. Enquanto em fevereiro as exportações totais de suínos foram de 53,3 mil toneladas, em março, avançaram para 54,3 mil toneladas. Ao considerar apenas a carne in natura, que correspondeu a 87,5% das vendas de produtos suinícolas feitas pelo País no último mês, o desempenho de fevereiro para março aumentou de forma mais significativa, passando de 45,7 mil toneladas para 47,4 mil toneladas, alta de 3,5%.

Tags:
Fonte: Cepea

1 comentário

  • Euclides de Oliveira Pinto Neto Duque de Caxias - RJ

    A serem confirmadas as perdas decorrentes da peste suína africana, a necessidade da China será maior e os preços tendem a subir.

    0